Trump irá proibir TikTok nos EUA

Em meio ao embate, empresa chinesa dona do aplicativo afirmou que está preparada para vender suas operações para Microsoft

Foto: Dado Ruvic - 27.nov.19/Reuters

Jornal GGN – Em ofensiva contra a China, o presidente americano, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira, 31 de julho, que irá proibir o aplicativo TikTok nos Estados Unidos. O líder republicano argumenta que a rede social pode estar sendo usada como ferramenta da inteligência chinesa.

“No que diz respeito ao TikTok, vamos proibi-lo nos Estados Unidos”, disse Trump a jornalistas dentro do avião presidencial Air Force One.

O TikTok  permite a criação e compartilhamento de vídeos de até 60 segundos e tem 80 milhões de usuários ativos diários nos Estados Unidos.

Sem dar detalhes, Trump disse que tem autoridade para banir o aplicativo usando poderes econômicos emergenciais ou de uma “ordem executiva”. Ele deve fazer o anúncio oficial da proibição neste sábado, 1 de agosto.

Segundo a Bloomberg, o presidente americano iria anunciar decreto para obrigar a ByteDance, empresa chinesa dona do TikTok, avaliada em US$ 100 bilhões (cerca R$ 521 bilhões), a vender suas operações nos EUA. 

De acordo com uma fonte anônima, a Microsoft estaria negociando para comprar o TikTok. Hoje, a chinesa afirmou que está preparada para fechar negócio.

A Rede Social é considerada uma ameaça à segurança dos Estados Unidos, por causa da Lei de Inteligência Nacional em vigor na China, a legislação obriga as empresas do país a repassar qualquer informação que o regime solicite. 

Com informações da Folha de S. Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora