TV GGN: o dia em que Bolsonaro deixou de governar

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Multimídia do dia

5 comentários

  1. O adolinquente ‘acabou”.
    Mas ainda vai enrolar até descobrir isso, com seus filhotes zero à esquerda. Não relaxemos!
    Até o guru terraplanista já admitiu.
    As redes (sociais e de TV principalmente) e os ’empresários” (hã) que o apoiam e dele se beneficiam como “parças” (e não como segmento da sociedade) conseguiram por todo esse tempo “aplainar o morro” da popularidade de BolsoNERO (®The Economist).
    Mas está evidente que o “pico”, ainda que “manso”, já passou e estará em franca ladeira abaixo!
    E olha que mais de ano já foi muito. Uma eternidade!
    Bozo: g= 9,8 m/s2
    Lembra de puxar a cordinha…
    Já deu!

  2. O que um presidente de VERDADE deveria estar fazendo esse tempo todo, em vez de criar confusão e dividir o país?

    Na SAÚDE, estar coordenando, 24 h por dia:
    a) A fabricação e importação de respiradores (da China, por ex., com quem um filho zero à esquerda criou crise diplomática).
    b) A fabricação e importação de TESTES para massificar o mapeamento da pandemia, aumentando a eficácia do combate e economizando vidas e recursos, além de encurtar o tempo da doença.
    c) Estar providenciando médicos (ex. cubanos) para ajudar no combate à pandemia
    d) Providenciar máscaras, luvas, óculos e desinfectantes para todos, mas principalmente para o sistema de saúde.
    e) Aumentar a capacidade de leitos tanto os normais quanto os de UTI
    f) Organizar com os estados e municípios a organização de quarentenas, campanhas de informação e aperfeiçoar as limitações com as liberações essenciais, para manter o máximo do sistema funcionando.

    QUEM AGIU EM TODAS ESSAS ÀREAS FORAM BASICAMENTE OS ESTADOS E MUNICÍPIOS!
    BOLSONARO APENAS CRIOU CONFUSÃO E ATRAPALHOU, ATÉ CONFUICANDO RESPIRADORES PROVIDENCIADOS PELOS ESTADOS E MUNICIPIOS

    Na ECONOMIA, coordenando. 24 h por dia:
    a) Avaliar e definir em URGÊNCIA a transferência de renda mínima a TODOS os vulneráveis que perderam trabalho e renda.
    b) Coordenar o crédito a pessoas físicas e jurídicas, autônomos e empresas para a passagem pela crise (4 a 6 meses?)
    c) Montar um grupo multidisciplinar para planejar as medidas PÓS-CRISE.
    ISTO É O QUE SE PODE E DEVE fazer com respeito à ECONOMIA.

    Toda crise gera prejuízos e OPORTUNIDADES. Prever e incentivar propostas e inovações, tanto na SAÚDE quanto na ECONOMIA.
    O que fez neste ínterim o adolinquente, além de confusão e atrapalhação?
    Uma coisa muito boa, senhoras e senhores:
    Começou a se acabar!

  3. Nassif,
    Cuidado!
    Quando você diz que o governo Dilma foi “totalmente desastroso” – está dando todos os argumentos CONTRA a pregação de retornar o desenvolvimento da indústria da saúde no Brasil.
    Quando se é assim genérico, não pode estar com a verdade!.
    Lembre-se que o que agravou as más decisões do governo Dilma (o segundo mandato especificamente) FOI o plano de derrubar o governo desde o dia da posse.
    Por favor, você nos deve uma análise completa e equilibrada do que levou ao golpe contra o Governo Dilma. Pois foi esse processo a fundação de todo o nosso suplício presente. Ao quebrar a viga principal de nosso sistema democrático, abriu-se o caminho para o que aí está.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome