Vídeos confirmam nervosismo de Pazuello, diz jornal

Declaração sobre ‘pixulé’ é um dos motivos de preocupação do Planalto, por conta da possibilidade de respingos no governo Bolsonaro

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Jornal GGN – O depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi remarcado para o dia 19 de maio, uma vez que o militar teve contato com dois coronéis que foram infectados pelo novo coronavírus.

Ao mesmo tempo, vídeos do treinamento pelo qual passou no final de semana confirmam que Pazuello está “muito nervoso” com o depoimento, segundo o jornal O Globo.

A preparação durou cerca de seis horas e envolveu, além de vídeos para evitar um comportamento hostil no Senado (o comportamento explosivo do general é uma das preocupações do governo), uma simulação de confronto com parlamentares com perguntas consideradas espinhosas.

Um dos pontos que mais causa apreensão está relacionado às declarações sobre pedidos de “um pixulé no final do ano” – a avaliação é que uma declaração do ex-ministro nesse sentido pode contrariar o discurso de que não existe corrupção no governo Bolsonaro.

Outro ponto de preocupação é a possibilidade de senadores da oposição usem a gravação em que Pazuello, ao lado de Bolsonaro, afirma que “um manda e outro obedece”, além dos questionamentos em torno do incentivo ao uso da cloroquina no combate à covid-19.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora