#vivauerj #uerjviva Sempre, sempre…

Li o post de Ferreira sobre o projeto de nação que está levando ao sucateamento da educação e ciência publicas nacionais. Já tinha comentado há tempos com amigos que nós não sabemos valorar economicamente nossas pesquisas e assim a financeirização do mercado que destrói para depois comprar a preço de banana nos fez vulneráveis e susceptiveis ao pior deste modelo capitalista predatório. Sou filha do ensino público e nesta casa, UERJ,  me graduei, fiz o meu mestrado e doutorado. Mais de 200 mil servidores públicos estão sem salários e sem o seu 13° no nosso querido e cartão postal, RJ, projeto piloto de desgovernos e sucateamentos de ativos por peemedebistas. Emblemático, não? Ontem, li que o professor que me encantou com a Fisica das Forças e Movimentos dos Oceanos, no auge dos seu 68 anos de idade, considerava este dia um marco histórico: o pré-sal produziu mais petróleo que o pós-sal e que há 36 anos fazia parte do corpo docente da Faculdade de Oceanografia da UERJ. Momento de Ouro, não? Não!  Para se aposentar precisará de mais 7 anos de servidão pública. Ou como ele mesmo escreveu, “trabalhar até os 75 anos quando seremos despedidos por velhice. Ou dispor de sabedoria para morrer antes disso”. Minha primeira vergonha do dia foi essa, depois…já sabemos o como foi o depois. MAS, a gente tem o dever de compartilhar as conquistas e notícias boas. O Prêmio L’oreal Paris para Mulheres na Ciência de 2017 consagrou esta, para mim, menina, Diana Sasaki Nobreg, matemática e pesquisadora da UERJ, e o que  mais me encantou em sua fala, como professora e pesquisadora formada no ensino público de qualidade desde o colégio, docente da UERJ há dois anos e mãe recentemente, o de como será a aplicação deste prêmio, segundo reportagem da Folha: ” Com o dinheiro do prêmio, pretende comprar computadores, projetores e outros itens para ” melhorar o ambiente de trabalho” e atrair novos alunos para a sua linha de pesquisa”.

Como não se encantar com essas mulheres Maravilhosas!

Um lembrete, nosso melhor aspecto resiliente é o de ressurgir das cinzas, sempre..sempre…

 #vivauerj #uerjviva

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome