VOTO DE CABRESTO, SOB AMEAÇA: DEPUTADO ADAIL CARNEIRO(PP-CE)

Voto de cabresto: deputado Adail Carneiro (PP-CE) vota pelo “sim convicto que deveria ter votado pelo “não”. Um voto sob ameaça.

Para quem pensava que o voto de cabresto, aquele no qual o “coronel” obrigava o peão a votar em quem ele mandasse acabou está redondamente enganado. Se ele não mais existisse o NÂO ao impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados no último dia 17/04 provavelmente não teria passado.Mas grande parte dos deputados “vota pelo cabresto”. Pela ameaça dos líderes de suas bancadas.

Foi assim que aconteceu com o deputado do PP Adail Carneiro. Ele é do ceará e tinha a plena convicção que deveria votar pelo NÂO, mas na hora de abrir a boca saiu um sonoro SIM ao impeachment. Isso certamente envergonhou o deputado, que está arrependido do voto proferido. Mas como diz o ditado “A Palavra não proferida é minha prisioneira. Eu sou prisioneiro da Palavra proferida”. Assim é o caso desse deputado. Certamente de tantos outros, talvez, não tão honestos para reconhecer que votaram “pelo cabresto”. Igual a qualquer peão que lá nas bandas do interior se chama pejorativamente de “ingnorante”

Leia Mais

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Multimídia do dia

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome