Weintraub é advertido por Comissão de Ética por ofensas a Lula e Dilma

Weintraub será oficiado da decisão e com recomendação ‘ao denunciado que atente aos padrões éticos em vigor ressaltados nesta decisão’. Não cabe recurso.

Jornal GGN – A Comissão de Ética Pública (CEP) da Presidência aplicou uma advertência ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, por ofensas aos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. A decisão foi tomada por unanimidade.

No dia 26 de junho de 2019, ocasião em que o piloto da comitiva presidencial foi preso na Espanha com 39 quilos de cocaína, o ministro foi ao Twitter fazer desaforos aos ex-presidentes. ‘No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?’, perguntou a autoridade locada no MEC.

Weintraub será oficiado da decisão e com recomendação ‘ao denunciado que atente aos padrões éticos em vigor ressaltados nesta decisão’. Não cabe recurso.

Se houver reincidência, há uma escalada das punições, podendo chegar até á sugestão de exoneração do cargo. Mas a CEP não pode determinar a demissão de um ministro, função restrita ao presidente da República.

Erick Bill Vidigal, relator do caso, entendeu que Weintraub violou o artigo 3º do Código de Conduta da Alta Administração Federal (CCAAF). Tal dispositivo avisa às autoridades que devem se pautar pelos padrões de ética ‘sobretudo no que diz respeito à integridade, à moralidade, à clareza de posições e ao decoro’, para que motivem o respeito e confiança do público.

O presidente da República e o vice-presidente não podem ser julgados pelo Conselho.

Weintraub, em suas alegações de defesa, continuou na mesma toada. Disse que a associação entre PT e Farc ‘reflete uma realidade pública e notória’, disse ainda que o tratamento dado ‘foi uma forma bastante amena e bem-humorada de catalogar os ex-mandatários, sendo que um está condenado criminalmente e preso, e a outra sofreu processo de impeachment do Congresso, após cometer crime de responsabilidade’.

Leia também:  A lógica do me engana que eu gosto nas fake news

‘Nada mais natural, portanto, que deixar implícito que ambos são ´uma droga´, como se diz popularmente’, disse Weintraub, conforme apontam os autos. ‘Trata-se de mero exercício de liberdade de expressão, direito constitucional este que não tem sua garantia reduzida em virtude do cargo público ocupado por este subscritor’.

O relator não entendeu desta forma e sim que o ministro ‘não buscou o bem comum, nem tampouco praticou qualquer ato que tivesse, ainda que indireta e tangencialmente, qualquer associação com a educação brasileira’.

Disse, por fim, que ‘para que determinada ação encontre guarida no seguro porto da liberdade de expressão, tem-se como requisito que o exercício desta não prejudique ninguém, em nenhum de seus direitos’.

Com informações do jornal Valor Econômico

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. Nassif: é mais um joguinho de cena, pra atiçar a galera avivada. Não vai dar em nada essa tal de “advertência”, pois o cara está no estrito cumprimento do que o MessiasDoBras e a QuerênciaDeCruzAlta mandaram. E essa manjada tática de provocar os inimigos é pra contentar a grande mídia, enquanto os desmandos são praticados com todo descaramento. Tão até falando que o gringo dono do Quintal onde moramos vai mandar uns aviões da Boeing pro meliante TogaSuja, antes dele ir pro Çupremu, ordenar aos Sabujos do PríncipeParisiense para prender os Kummunistas de Pindorama e manda-los pra China. Acham que o memento está propício. Agora, essa de advertência, nem o Queiroz acredita…

  2. Eu quero saber mais sobre o sargento que transportava a carga de cocaína. Eu quero informações sobre o uso de drogas nas Forças Armadas. Gostaria de saber a história de vida que fez o sargento começar a traficar drogas. Existe muitos posts na internet sobre o uso de cocaína entre deputados e senadores. Não podemos deixar de citar o político Aécio Neves, usuário de cocaína, que traficava cocaína e diamantes para fora do Brasil (segundo a revista VEJA) num depoimento da ex-namorada de Aécio Neves.

  3. Eu quero propor um trabalho na internet, em que nós que apoiamos o PT, de saber porque tem muitas pessoas que tem ódio do PT. Queria que cada pessoa que odeia o PT sem justa causa olhasse para dentro de si e perguntasse: _ Porque eu odeio o PT?
    Minha irmã que nunca foi do PT muitos anos antes da prisão do LULA acusava o PT de roubo mas nunca disse o que e como o PT roubou. Essa irmã minha eu sei que me roubou, faz uso de drogas de farmácia, agride a própria filha e acha que agressão é um recurso educativo. Eu gostaria que essa minha irmã Ita Paiva viesse a público e mostrasse qual político do PT roubou e desse detalhes do roubo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome