Brasil, à flor da pele, é tempo de escolhas…, por Sergio Medeiros

Brasil, à flor da pele, é tempo de escolhas…, por Sergio Medeiros

…é tempo de escolher… e, de todas as escolhas possíveis, eu escolho a que festeja a vida, e a abraço com toda força…

…o racismo… o racismo em si, é algo abominável… uma das coisas maravilhosas de Deus é a nossa diversidade, a nossa cor, diferente, mas todos, todos, com uma humanidade presente, interior, e uma alma (ou uma consciência), para sentirmos isso….

…o desprezo pelas mulheres… todas as mulheres, ainda que grávidas, ainda que filhas, ainda… mães, meninas, feias, bonitas, mulheres, plenas de beleza e sensibilidade, humanidade à flor da pele... como pode… mães, todas mães… filhas, todas filhas… como podemos escutar isso… e seguirmos em frente como se não fosse nada…

…aos diferentes, com orientação diferente… meninos e meninas diferentes… mas ainda, fundamentalmente, totalmente,  meninos e meninas… essencialmente  riso e amor… nada mais… como pode… seus olhos são como os de todos nós, veem sentem amam… como todos nós… humanos… como todos, nós, humanos…

…aos que pensam diferente, que professam a solidariedade, a união de todos, o amor, a compreensão, o direito de todos, todos.. aos desvalidos, aos pobres, aos humildes, todos, todos gente… todos afeto, à flor da pele… todos crentes… na humanidade de todos…

…aos que se juntam e solidariamente lutam pelo direito de todos… pelo pão para todos, por um lar para todos, por um trabalho digno e pleno para todos, então, porque a repressão… porque a brutalidade, a coação… é apenas gente, gente… é apenas humano, sem demasia…e nada disso nos pode ser tirado.. é o que nos define.

…sim, isso nos define… humanidade, amor e livre arbítrio.

Leia também:  Sobre os diálogos imaginários de dois anjos da morte da Lava Jato... por Eduardo Ramos

…sim, pensem em todas as pessoas, pensem em todos, fechem os olhos e pensem, enxerguem nos olhos das pessoas que riem, das que choram, das que lutam, das que festejam, das que se preocupam, das que lamentam e, somente depois… somente depois disso, façam suas escolhas.

…e todos nós, sim,  todos nós, somos responsáveis pelo futuro… ele não esta aqui nestas linhas, aliás em linha nenhuma…

…um livre arbítrio, um direito supremo… um direito à vida, como toda vida que se preza e se espelha em todos,  cor, amor, riso, impulso vital, à flor da pele...

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome