Conseguimos ouvir o que fala quem diz “bem feito aos carteiros”?, por Daniel Gorte-Dalmoro

Conseguimos ouvir o que fala quem diz “bem feito aos carteiros”?

por Daniel Gorte-Dalmoro

Vejo algumas postagens no Fakebook sobre a greve dos funcionários dos Correios. O tom geral era de “bem feito, quem mandou apoiarem o golpe?”. Alguns tentaram chamar para a realidade: são trabalhadores se dando mal como todos. Outros rebateram, tentaram ilustrar o merecimento da categoria, dizendo que tiveram perdas durante os anos FHC, receberam dos governos petistas substantivas melhoras, mas foram mal agradecidos, e agora merecem pagar o pato. São pessoas que se consideram de esquerda ou progressistas ou críticas – talvez tudo isso. Vejo nesse discurso, contudo, o outro lado da mesma moeda dos que destilam ódio contra petistas e esquerdistas: trocam os alvos, não a forma de “pensar”: com o fígado, com base no ódio, na intolerância. Provavelmente se amanhã uma falácia qualquer convencê-los de que o Mal veste vermelho, trocarão de lado nessa “guerra”, e ainda terão sua decrepitude elogiada pelos novos pares – vide Lobão.

Se a grande mídia, o sistema escolar, os aparatos ideológicos paraestatais, e as nossas elites do atraso têm sua boa dose de responsabilidade por esse rebaixamento intelectual, a esquerda não pode ser eximida de responsabilidade. Da extrema-esquerda, que sempre tratou a política em termos bélicos – de inimigos e aliados -, à esquerda moderada, que se arrola um poder salvacionista mágico, passando, é claro, pela vanguarda do atraso, a esquerda acadêmica, produtora de discursos críticos importantes na análise e estéreis na prática; e em praticamente todas as vertentes, esse dom da esquerda tupiniquim de criticar o outro, fugir da autocrítica e sempre dividir, nunca unir.

O “bem feito” para os carteiros é fruto desse caldo: uma educação para o sucesso individual, uma ideologia que pega do cristianismo um deus revanchista e a ideia de culpa (pecado soaria muito religioso), com a necessidade de purgar-se antes de voltar a ser aceito na comunidade das “pessoas de bem”, na esquerda chamadas de “pessoas do lado certo da história”; a heteronomia do olhar para a realidade, que não permite perceber nesse outro um próximo – apenas com equívocos diferentes -, e nessa luta uma oportunidade de aproximação. Não há nuances: sempre o lado certo, inteiramente certo, é o meu.

Leia também:  Empresa da ex-mulher de Wassef ganha licitação de R$ 9 milhões

Do argumento de melhora nos anos petitas, não fui atrás dos dados, e tomo como sendo verdade – é factível, dada a trajetória dos governos tucanos e petistas. Tinha um amigo que trabalhava nos Correios nos anos Lula. Lembro claramente do seu desgaste com mobilizações e greves: se houve melhoras, não foi fruto de benevolência petista, e sim de luta dos trabalhadores por seus direitos – aliado à uma maior abertura do PT, é certo. O fato de carteiros terem caído no canto do pato talvez não seja mal agradecimento contra um governo que só os favoreceu por causa de sua luta, e sim o conto do vigário de que com o golpe todos sairiam ganhando sem precisar de tanto desgaste. A deseducação para refletir estava dada, foi questão de ajustar o discurso goebbelsiano.

Assim, temos parte da plateia comemorando as dificuldades dos carteiros, ao mesmo tempo que a outra xinga professores por estarem reivindicando condições dignas de trabalho – como faziam os carteiros década passada. São bodes expiatórios do ressentimento de vidas pobres de vida – são também bodes na sala para distração das massas. Enquanto isso, Kassab, Meirelles e cia (como mostra reportagem da Carta Capital [http://bit.ly/2peYCNn]) são os que lucram com a empresa – até a hora que esse lucro for repassado para a iniciativa privada, para o lucro dos de sempre, e prejuízo também dos de sempre: trabalhadores e usuários dos serviços.

Um dos grandes pontos que nos cabe: como desfazer esse caldo de ódio, como desarticular essa rede de pequenos narcisismos que preferem romper com o próximo por ninharias a cerrar fileiras contra os graúdos, contra os deflagradores dos problemas? Ouso dizer que parte da resposta está em aguçar nossa escuta para o que estão falando, para o que estamos falando e para aquilo que falam a partir do que falamos. Recusar o diferente é entregar uma pessoa talvez com boa vontade, desejo de mudar, para o pato, agora sapo. Quão oprimido, quão odiado se sente alguém que precisa achar alguém para oprimir e odiar também como forma de sentir que existe? (Sim, Paulo Freire sempre vivo, apesar de esquecido pela esquerda). A partir dessa escuta, é preciso investir maciçamente na educação (formal e, principalmente, não-formal) para a democracia – democracia entendida muito além de eleições formais. Como diz Bernard Shaw: “Toda nossa teoria da liberdade de palavra e de opinião para todos os cidadãos repousa não na asserção de todo o mundo tem razão, mas na certeza de que todo o mundo está errado nalgum ponto em que um outro tem razão”. E mesmo quando não tem razão, tem suas razões.

Leia também:  O terror da armadilha nuclear, por Fábio de Oliveira Ribeiro

15 de março de 2018

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

56 comentários

  1. Chovendo no molhado
    Momento pós rupturaNão a “concertação” para quem apoiou o golpe de 2016.
    Colhendo o que plantaram, simples assim.Esta categoria participou da insanidade coletiva, o que alguns chamavam de “new conservadores”, quando na verdade são “extremistas de direita” – que desejam nos levar a lógica da idade média de queimar não só bandeiras, mas pessoas em praça pública.

    • “Imagem de Manfre” completamente SEM CÉREBRO

      Qualquer generalizaçao é IMBECIL. TODAS as categorias tiveram parcelas importantes que apoiaram o golpe. E NENHUMA foi totalmente a favor do golpe. E mesmo se uma categoria tivesse sido inteiramente a favor do golpe, desejar que trabalhadores se ferrassem por terem votado contra as idéias de quem deseja isso É FASCISMO. Ninguém tem obrigaçao de concordar com nossas idéias, é só o que faltava, crime de opiniao.

      E esses trolls pagos invadindo o Blog estao enchendo a paciência…

  2. o efeito, …. e a causa…

    uma discussão que foi contaminada pelo partidarismo, quando deveria ter sido pragmática, gerou consequências nefastas… é hora do pessoal dos correios lavar a roupa suja e ir caçar suas próprias bruxas…  

    Aposto que, quem gerou essa confrontação toda, … está quietinho, se fingindo de morto…

  3. O grande legado do

    O grande legado do ex-presidente Lula já está aí, escancarado na vida dos brasileiros.

    O NÓS CONTRA ELES.

    Esgarçou o tecido social e implantou a cizania em qualquer evento, por menor que seja.

    Parabéns.

    O Brasil deixou de ser uma nação e se transformou num imenso ringue.

  4. Quem é o atual presidente dos Correios?

    Quem é o atual presidente dos Correios?

    quando descobrirem, podem ter certeza, os trabalhadores da empresa estão fodidos.

  5. Quem andou queimando
    Quem andou queimando bandeiras Pontes e navios petistas, foram o dirigentes ecetistas do pco e PSTU, que dirige uma grande parcela da categoria em todo país.

    O pco, mesmo depois de dar um cavalo de pau e juntar força com os petistas nas suas horas de agonia, jamais fizeram autocrítica da sua atuação no movimento sindical.

    • PCO e PSTU juntos ???? Jamais

      PCO e PSTU juntos ???? Jamais !!! Até pq pq o PCO é essencialmente anti-morenista.

      Na verdade, acho que mais que o canto do PAto, o pessoal do PSTU ouviu o canto dos Ursinhos Morenistas.

       

  6. bem feito, quem mandou
    bem feito, quem mandou apoiarem o golpe?

    Não é ódio, é cansaço. Meio que uma desistência.

    Não existe auto crítica nos carteiros.
    Costumo dizer que está gente tem que purgar mesmo. Mas mesmo assim, não vai adiantar muito. Vão ser atropelados por uma jamanta desgovernada, sem saber a causa, achando que todo grupo político e suas políticas são tudo a mesma coisa, e que todos os benefícios que conseguiram, pequenos que sejam, são somente fruto de sua meritocracia e sua capacidade corporativa de se organizarem.

  7. Taí… Aquele grito de guerra

    Taí… Aquele grito de guerra muito usado nas manifestações, proferidos num misto de extase e fúria, sempre me causa preocupação: “Não acabou, tem que acabar, eu quero o fim da polícia militar”. Me pergunto qual a efetividade de gritar isso na cara de soldados e praças que estão ali simplesmente cumprindo ordens dadas de outro lugar.

    Prefiro aquele outro, que não aparece com a mesma frequencia e volupia, e que, acabo de descobrir, deriva de uma música dos Titãs: “ei, fardado, você também é explorado”. 

  8. Atitudes geram consequências,

    Atitudes geram consequências, então agir impulsivamente pode não ser muito sábio. Nos anos FHC houve menos greves do que nos anos Lula, e as atitudes dos nobres carteiros ajudaram a construir o que aí está. Portanto, danem-se.

  9. Vão privatizar os Correios …

    Vão privatizar os Correios e depois voltar atrás pois é uma atividade que não dá lucro e logo não interessa a iniciativa privada.

    Façam um bom acordo para a iniciativa privada concorrer com as encomndas.

    Façam uma boa gestão nos Correios.

     

     

  10. Texto babaca (com perdão pela

    Texto babaca (com perdão pela contundência), pois mistura o ódio destrutivo da direita (que é paga pra sabotar justiça social) com um simples desabafo de quem avisou que estavam a fazer cagada.

    Bem feito!!! Mas… Sem ódio, viu?

  11. O Patismo dos Carteiros….

    Os Correios nunca foram administrados pelo PT.

    Quem administrava Os Correios era o PTB de Bob Jeferson…. 

    Desde que BOB denunciou o Mensalão e não devolveu os 4 milhões que recebeu nos Correios, Os Correios viveram anos, meses, dias e minutos sombrios….

    Quando a Crise é criada para derrubar a Dilma, os Oportunistas dos Correios, acharam que era mais fácil derrubar a Dilma e acreditar que os Corruptos do Golpe fariam melhor…. Sifu….. O Golpe está pior para todos não só para els, mas eles queimaram a Bandeira do PT com a Camisa Amarela dos Correios…. Agora aguentem…. 

    • Aqueles imbecis queirmaram a

      Aqueles imbecis queirmaram a bandeira do PT trajando uniformes dos Correios, ou seja, a instituição foi envolvida na coxinhice deles.

      Qualquer empresa mais séria teria demitido os funcionários que envolvessem seu nome em manifestações alheias à sua atividade.

      Agora tomem.

  12. Caro Daniel
    Eu não estou

    Caro Daniel

    Eu não estou bravo, so quero a demissão de todos, um novo concurso, do qual eles não possam participar, e que o Correio continue estatal.

    Simples assim.

    Se eles quiserem mudar de opinião, ótimo, mas que procurem outro, cada vez mais dificil, emprego.

    Apoiaram os golpistas, se orgulharam de queimar bandeiras, sem republicanismo.

    Continuo defendendo a categoria,  mas esse lado podre, golpista não, nunca, never, jamais.

    Saudações 

    • Concordo plenamente com você

      Concordo plenamente com você Avelino. E digo mais. Não são só os funcionários golpistas dos correios que merecem passar pelos piores perrengues. Ao lados deles eu incluo o CAMINHONEIROS. O governo golpista do Temer já aumentou os combustíveis em mais de 20%. Alguém viu caminhões fechando estradas?  Quer que se lasquem de verde e amarelo.

       

       

  13. Tolinhos

    Bem feito.

    Se o Brasil inteiro estivesse indo pro buraco, como está, e somente eles não fossem afetados, tudo estaria bem, não é?

    Isso vale para outras categorias também.

    Que peçam desculpas públicas ao País.

  14. O problema é antigo…

    O problema é antigo, tradicional e com idealismo de submissão. É o famoso complexo de vira lata. Senão vejamos.

    Desde os tempos da colonização apregoa-se a veneração aos nobres, elevando tais figuras à categoria de divindade. Vejam as histórias contadas, notadamente em salas de aula. Elas sempre enaltecem reis, príncipes e assemelhados como seres divinos. Os demais são, no subconsciente do povo, seres inferiores que têm apenas o direito de reverenciar tais nobres. Para tanto, desprezam seus pares e não erconhecem qualquer qualidade neles. Sequer suas virtudes. Virtudes são qualidades dos nobres, apenas.

    Num ambiente tão fértil e com a manipulação dos meios de comunicação, o nobres sempre reinarão. Os integrantes da base da pirâmide social continuarão gerando benesses ao superiores e disputando a tapas as migalhas que tais divindades atiram no chão.

     

  15. Infelizmente, para os

    Infelizmente, para os funcionários dos Correios, eles se dexairam usar, foram ingenuos! Acharam que a elite golpista se preocupava com eles, ledo engano, não passavam de massa de manobra como a maioria que foi às ruas (exluindo-se a turma do Gedel, do Aécio, do Judiciário e MP, que não passam de ladrões do do Erário Público) e, pior, ainda foram devidamente uniformizados. Podiam ter feito como 99,99%  dos que foram às ruas, devidamente manupulados, porém anonimos. Podiam ter usado a camisa da Seleção Brasileira que, por sinal, é um entidade seríssima, conduzida por gente acima de qualquer suspeita.

    • Vamos parar de chamar aqueles

      Vamos parar de chamar aqueles que apoiaram o golpe de ingênuos. Não são. Talvez burros, ingênuos jamais. Foram pra rua se manifestar contra o PT porque era legal, estava na moda, malhar o PT fazia com que aparecessem bem nas manchetes do PIG. Que os globoguiados do Brasil tomem na cabeça até aprender. E se não aprenderem que se fodam até morrer.

      • MarFig parabéns!

        comentário perfeito curto e preciso.

        Conheço muitos paulistanos de classe média bem média, que foram na Paulista e agora estao na pior.

        Não tenho pena. Foram burros, mas fizeram para se sentir parte da “elite”. Se f… bem feito.Mas duvido que tenham capacidade intelectual para aprender algo com esta “experiência”.

        • Eu também não tenho um fiapo

          Eu também não tenho um fiapo de pena.

          Agora a classe média sofre calada de vergonha (sobra apenas aqueles retardados completos que ainda ficam vociferando em redes sociais).

          Como você, conheço muita gente que aderiu àquelas manifestações:

          – Era “cool” mandar a Dilma tomar no c. e vociferar com ódio ao “petê”.

          – Muita gente fez questão, com um inglês sofrível, de implorar via redes sociais para que estrangeiros não viessem prestigiar a Copa de 2014.

          – Eu era referido, na melhor das referências, como cego (um tio imcecil da minha esposa escreveu isso no zapzap)

          – Fui xingado com ódio por ex-colegas de curso técnico, colegas de faculdade e ex-colegas de serviço

          – Colega meu foi censurado e depois banido de grupo de emails de Associação Diplomados de minha faculdade por moderador coxinha, isso depois de receber muitos emails com claras demonstrações de ódio e perseguições profissionais.

          – Amizades desfeitas (quem não ouviu o famoso “votar no PT é fim de amizade”?)

          – Adesivo de Dilma no carro era certeza de ter o mesmo riscado.

          – Coxinhas reclamavam de dolar alto e “muito carro” nas ruas, muito pobre andando de avião, dificuldade em contratar domésticas, gasolina à incríveis R$2,90 (cadê aquela tal Tais Galon Borges de Caxias do Sul?)

          A economia foi implodida, parentes estão sem ocupação, a  vida está difícil, o país virou colônia, os trabalhos intelectuais estão desaparecendo.

          E ainda há aqueles que acreditam que devamos ser benevolentes?

          E os coxinhas agora estão quietos, sumidos, morrendo de medo dos efeitos da “reforma” trabalhista, os rentistas antigos estão cheio de imóveis comerciais vagos, aposentados tendo que ajudar o filhão desempregado, classe média vendendo seus SUVs e apês com varandas gourmet a preços baixos. Uns com um pouco mais de sorte emigraram, mas também não estão levando vida fácil.

          Eu acho é pouco.

           

        • Vao me desculpando pelo
          Vao me desculpando pelo pitaco nessa troca de comentarios de voces, mas a classe media chafurda na lama por definicao.

          Se pensar bem, chega a ser quase um milagre porcao dela ser partidaria de ideias progressistas, ainda mais em um pais com as caracteristicas socio-historicas brasileiras.

          Na real, um professor universitario que ganha menos do que um guarda rodoviario deveria ser de oposicao, sempre, enquanto aberracoes desse tipo persistirem sob qualquer governo. Mas, ainda bem, a maioria dos professores universitarios passou por uma imerssao iniciatica a priori por valores culturais civilizatorios antes de chegar ateh ali, dai conhecerem menos alienadamente seu papel na exploracao capitalista geral, etc.

          Agora, defender a cisania entre trabalhadores subalternizados como carteiros – os caras que muitas vezes pedalam o dia inteiro ao relento, debaixo do sol quente ou da chuva grossa para ganhar a vida – e os que supostamente deveriam representar seus interesses (forcas politicas de esquerda) porque os carteiros deveriam ter consciencia de classe elaborada e visao arguta dos mecanismos de sua opressao, creio que eh um tanto de ingenuidade de vossa parte.

          Para finalizar com uma frasesinha de efeito, meus camaradas:

          O lenilismo eh a doenca senil das esquerdas!

      • A mídia tornou manifestar-se contra o PT muito legal

        Lembro-me das fotos, muitas fotos, dos manifestantes, que eram publicadas em jornais e das muitas filmagens que a tv mostrava. Sim. Foi a época em que era legal manifestar-se contra o PT. Lembro minha colega de trabalho, vendo a passeata do “não vai ter copa” na tv e comentando com uma colega que lá estava:
        – Ah, eu queria muito estar aí com vocês…
         

        • E como foram.
          A gênese do
          E como foram.

          A gênese do golpe foi o desejo de exclusividade, subir pisando ma cabeça dos outros.

          Ou seja, o puro egoísmo.

  16. ………………….. FORA DILMA.

    Alô Damoro, gostei tanto que estou pensando em iniciar um movimento de FORA DILMA, o que que você acha ?! É uma boa né . . .

  17. Li o texto…..

    E posso até concordar com algumas afirmações sobretudo de criticas as esquerdas…..mas, para min, o limite da coisa é simplesmente ” quem prega e defende” a quebra do jogo e da normalidade democratica, perde a razão e o direito de reclamar, quando der merda…..descontentamento com governantes, na democracia, se resolve votando em outro candidato ou partido ou projeto, depois do fim  do governo em exericio…….simples…..embarcaram no “Fora Dilma e PT”por ignorancia e falta de capacidade de dicernimento, pois bem, agora pagem….. na vida, temos situações onde não se tem direito ao erro, pois o preço da “lição” é muito caro…..como diz o ditado “cabeça que não tem juizo, o corpo padece”……

  18. ………………….GOSTOU? LEVA PRA TI.

    Fiquei a pensar em como poderia reagir com força a este texto por demais idiota, então resolvi entrar no clima e tirar do proprio texto o espírito da resposta, então amiguinho, o resultado é usar esta expressão por demais conhecida no meio dos reacionários de ponta, então lá vai, GOSTOU?! LEVA PRA TI.   não faço por menos.

  19. Na verdade, há na sabedoria

    Na verdade, há na sabedoria popular um singelo Anexim que sintetiza todo esse arrazoado depositado aqui no Estabelecimento, em poucos toques. Diz o anexim:  “no monossílabo alheio, até pimenta é refresco.”

    Ou seja, se melhor observar o outro, agente acaba por descobrir como somos também filhos da, …seja lá o que for…

    Orlando

  20. Conseguimos ouvir o que fala quem diz “bem feito aos carteiros”?
    Bobagem. Chega da esquerda apanhar e depois perdoar como se também não tivéssemos ressentimentos. Os carteiros foram a categoria que fizeram questão de mostrarem-se favoráveis ao golpe. Portanto devem colher o que plantaram.
    E sim, devem se ferrar, afinal não tinham noção do abismo que estavam ajudando a cavar para o País e os mais pobres? Agora querem solidariedade da esquerda que combateram. Fodam-se os carteiros.

    • Carteiros, ao lado de

      Carteiros, ao lado de médicos, caminhoneiros e lutadores de UFC foram as categorias que mais se destacaram no apoio ao golpe iniciado em 2013 e consumado em 2016.

      Pra mim chega desse papo de perdoar, paz e amor e etc.

    • Concordo plenamente.

      Algumas pessoas alegam que dificilmente os carteiros irão fazer uma autocrítica e que por isso a esquerda faria melhor em se solidarizar com suas demandas do que jogar-les na cara que são eles mesmos os culpados pela sua situação.

      Mas por outro lado eu vejo que será ainda mais difícil eles fazerem qualquer tipo de autocrítica se receberem a solidariedade das demais categorias sem reconhecer que sua atitude pró-golpe ajudou a ferrar com a vidade todos. E quando a solidariedadedeles for necessária eles não vão retribuir, ao contrário, vão voltar fazer ações fascistas como aquela de quimar a bandeira do PT e fazer discurso de ódio contra quem os defendeu.

      Para voltar a merecer a solidariedade das outras categorias de trabalhadores eles devem sim fazer uma autocrítica e admitir o absurdo de apoiarem golpistas e interesses alheios aos da classe trabalhadores. Se não fizerem isso que vão à merda. É melhor não ter ninguém ao seu lado do que ter um traidor que você apóia mas na hora dele te apoiar ele te esfaqueia pelas costas. O que os carteiros fizeram foi esfaquear a classe trabalhadora pelas costas. Ou eles admitem que erraram ou vão incorrer de novo no erro.

      Se eles não conseguem perceber isso é profundamente lamentável, mas quem está errado são eles.

  21. Repito e grito, sem o menor remorso:

    B E M   F E I T O ! ! !

    São bem crescidinhos para fazerem o que bem querem. Agora arquem com as consequências. Bom-mocismo tem limites. Patetas, bastam os patos.

  22. Como, dificilmente, os
    Como, dificilmente, os carteiros irao fazer autocritica, nao seria melhor a esquerda fazer a sua para compreender onde foi que ela eventualmente errou em relacao a essa e outras categorias que apoiaram o golpe, de modo a evitar repeticoes do genero no futuro? O primeiro mandamento esquerdista eh ou nao eh saber onde aperta o calo dos oprimidos para se solidarizar com eles e apoiar suas causas? Ou seriam os carteiros uns meros privilegiados instrumentalizados pelos reacinarios de plantao? Enfim, qual eh a dos carteiros e qual eh a das esquerdas…?

    • Nesse caso cabem duas

      Nesse caso cabem duas autocríticas:

      A primeira, que deram muito dinheiro à Rede Globo, num país com população de parca renda em que a “cultura de entretenimento” se resume em boa parte às novelas, ao futebol pasteurizado e ao programa do Faustão – sem falar do “noticiário isento” do Jornal Nacional.

      A segunda (que particularmente cabe à esquerda da esquerda): ficam falando em sofisticados conceitos como “conciliação de classes” e “consciência de classe” – num país de pouca instrução – é como querer passar matéria do ensino médio para quem mal começou o fundamental. Enquanto isso, esqueceram do mais óbvio: ensinar a população que não adianta votar no anjo para presidente e nos capetas para o congresso. Com a votação que a Dilma teve em 2014, era para a bancada progressista ter no mínimo o dobro de deputados.

  23. Caro Daniel
    Até antes do

    Caro Daniel

    Até antes do golpe, eu conversava com todos, abria espaço para todos, negociava com todos.

    Vejo que outros colegas também faziam o mesmo.

    O golpe mudou muitas pessoas, entre elas, eu.

    Hoje, não tem negociação, queremos mudar, que cada parte negocie com sua parte. Que cada um fique do lado da sua trincheira.

    Uma minoria, tem o mesmo poder de morte hoje, do que tinha os senhores da casa grande, nas Capitanias. 

    O poder de massacrar e matar é o mesmo.

    Saudações

  24. otários sim, burros não.

    Eles podem ter caído no conto do PIG como otários, mas se continuarem acreditando são BURROS, mesmo.

    Agora descobriram que a história de que “só tirando a Dilma já melhora” era conversa pra boi dormir.

    Agora eles estão saindo pra reclamar.

    Mas não vi eles pedirem um “Fora Temer”.

    Não vi eles reclamarem da situação do país depois do GOLPE APOIADO POR ELES.

     

    Enquanto ELES não mudarem, eu não vou mudar de opinião.

    QUE SE FERREM!

     

    • “Eles” quem, cara pálida? Onde estao as estatísticas?

      Que mostrem que os carteiros foram mais a favor do golpe do que a média da populaçao? Essa generalizaçao é de uma ESTUPIDEZ impressionante. Além do desejo de ver trabalhadores se ferrarem por “crime de opiniao” ser FASCISTA. E prova de imensa insensibilidade.

      • É?

        Pois foram ELES, OS CARTEIROS, usando UNIFORME, que se manifestaram contra Dilma e o PT.

        Colocaram OS CORREIOS contra o governo Dilma e o PT.

        Se era apenas uma OPINIÃO PESSOAL, não deveriam ter usado uniformes.

         

        Eles não foram OBRIGADOS  a se manifestar, fizeram por vontade própria.

        Eles não são CRIANÇAS, deveriam saber o que faziam.

        Tem que arcar com as consequências.

        E reconhecer que erraram.

         

        Agora chegam e querem se fazer de coitadinhos de novo? Sem essa.

         

        E EU NÃO TENHO QUE SER BONZINHO COM QUEM  AJUDOU A FERRAR UM MONTE DE GENTE!!!!

          • sei lá

            Eles se manifestaram de uniforme,  como funcionários dos correios.

            Se não era à posição de todos eles, deveriam ter se manifestado individualmente.

            Que resolvam isso eles mesmos.

          • Vc está manifestando um DESEJO SEU

            de que toda uma categoria se ferre… Isso fala muito mais sobre você do que sobre eles. É muita insensibilidade, muita bílis e pouquíssimo senso lógico e de justiça. Francamente!

          • Continua generalizando

            E desejando que uma categoria inteira se ferre porque alguns de seus elementos manifestaram posiçoes com que vc nao concorda. Quao democrático isso, né?

          • Onde estão?

            Se tem funcionários nos Correios que não apoiaram o golpe e não pediram a saídade Dilma, onde estão?

            Não sei de manifestações contra o golpe por parte dos funcionários dos coreios.

             

            Só vi manifestações a favor do golpe, por parte de funcionários dos Correios.

          • Vc nao quer ouvir, né? Entao fique assim, cheio de bílis

            Para começar, se a greve é justa ou nao NAO DEPENDE DA POSIÇAO POLÍTICA DOS CARTEIROS. Mesmo SE fosse verdade que a categoria foi contra o golpe, desejar que ela se ferre por isso é uma postura fascista, TODOS têm direito à liberdade de posiçao política, mesmo se contra a nossa.

            Depois, essa de perguntar por uma manifestaçao dos carteiros contra o golpe é de uma infantilidade… Haja!

            Discuti com vc porque vc é cadastrado aqui, nao acho que seja mais um desses trolls que estao sendo pagos para disseminar o ódio. Mas, se vc prefere agir como eles, entao tá bom, inútil discutir.

  25. Qtas “imagem de” com esse discurso IMBECIL do bem feito…

    Já vi esse discurso, inclusive aqui no GGN, para várias categorias, até para os professores explorados de S. Paulo. É de uma indigência mental absoluta. Primeiro, porque em TODAS as categorias houve grande contingente de pessoas a favor do golpe, e em NENHUMA delas todos foram a favor. Segundo porque é de uma insensibilidade terrível desejar que trabalhadores se danem. E terceiro porque isso é FASCISTA: achar que todos têm que pensar do jeito que aprovamos e que quem pensa diferente deve se ferrar. Esse discurso nao tem nada de esquerda.

    Na verdade nem todos os que o estao propagando sao imbecis, a maioria provavelmente é de trolls pagos para difundir coisas que interessam à Direita nos blogs progressistas.

    • Prezada Anarquista Lucida,
      Prezada Anarquista Lucida, apoio suas palavras e ate subo na cadeira para te aplaudir de maneira mais explicita. Permita-me dizer mais, enquanto assobio e ateh mesmo urro vivas para seu pensamento: tah na hora, ou melhor, jah passou da hora, eh urgente que os esquerdistas esclarecidos se permitam andar mais de taxis e ubers da vida. Nessas ocasioes, e em todas, sempre que esses formadores de opiniao natos (motoristas que gostam de puxar conversa ou embarcam na puxada de conversa alheia) vierem com papos reacionarios, eh preciso, com a maxima civilidade, faze-los entender que estao enganados e traindo a si mesmos. Falam muito do combate semiotico que precisa ser vencido e eu concordo. Contudo, eh dificil vencer os algoritimos da direita (ontem, por exemplo, busquei no google videos das demonstracoes populares de repudio ao assassinato da Marielle e 100% dos resultados apontaram para os conglomerados noticiosos da Globo) mas eh facil usar argumentos para convencer os incautos. Te digo tudo isso de coracao. Abraco fraterno!

  26. Diga-me com quem tu andas e te direi quem es.

    Ao Rodrigo  “real”

    Você colhe o que planta  , quem não é capaz de fazer uma autocritica que assuma suas responsabilidades pelos atos cometidos. Todos sabem que a corda sempre quebra para o lado mais fraco . Agora aguente as consequencias. 

  27. Não sinto ódio por nenhuma

    Não sinto ódio por nenhuma categoria que se voltou contra o PT, só pena. E, ainda faltam outros que também apoiaram o GOLPE e, que, infelizmente, daqui a pouco vão estar na mesma situação dos profissionais do correio. Só lastimo a falta de, pelo menos, um pouco de visão, das várias categorias sobre o que estava acontecendo. Ahhh, infelizmente,nós também já estamos começando a pagar uma dívida que não contraímos.

  28. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome