Sergio Saraiva: Pátria armada, Brasil

Para todo problema complexo, há sempre uma solução simples e errada.

Sergio Saraiva: Pátria armada, Brasil

Legal esse decreto do Bolsonaro liberando a posse de até quatro armas de fogo por pessoa, sem comprovação da real necessidade. Ficou muito mais fácil para a bandidagem.

Basta agora o bandido arrochar pessoas da comunidade para que elas obtenham, em nome delas, as armas para ele. Quem da comunidade dirá não para o chefão da área?

Também surge uma nova modalidade de quitar dívidas com o tráfico de drogas. Consiga a autorização para a compra das armas e tenha crédito na biqueira.

As quadrilhas terão assim acesso a um arsenal sempre renovável – e tudo dentro da lei.

Quatro armas por pessoa.

A partir de agora, você já pode matar a sua esposa em uma discussão doméstica ou ser morto pelo seu vizinho em um desentendimento por causa do barulho do cachorro.

E tudo isso dentro da lei.

Pague para ver – arrependa-se do que você fez e não do que te impediram de fazer. Afinal, a patria é mãe gentil, mas o governo não existe para agir como se fosse o pai dos homens de bem.

E em caso de assalto residencial, o criminoso, a partir de agora, vai atirar primeiro e perguntar depois pela arma da casa.

E se você tem crianças, pode ficar tranquilo, elas são capazes de ter as mesmas ideias idiotas que os adultos.

Pátria armada, Brasil.

 

PS: Oficia de Concertos Gerais e Poesia – haja saco.

4 comentários

  1. legal esse texto.
    pra gente

    legal esse texto.

    pra gente observar  o que tem de negativo nesse processo armamentista….

    algumas possibilidades catastróficas pelo uso de armas….

    esse período revela o que poderá ocorrer com os pccs pelo país:” Também surge uma nova modalidade de quitar dívidas com o tráfico de drogas. Consiga a autorização para a compra das armas e tenha crédito na biqueira”.

  2. FIM DA BANDIDOLATRIA ESQUERDOPATA….

    Os bandidos não precisam de mais naad neste país, fora o apoio que obtiveram durante estes 25 anos socialistas e progressistas. Acordos e divisão de poder chancelados com Secretários de Justiça, Juízes, Ministros do STF, Governadores,…Não é mesmo Alexandre de Moraes? O que tem a dizer Picolé? Já Somos a Terra daa Aberração com 100.000 assasinatos por ano. Ah! São apenas uns 70.000? País de muito fácil explicação.  

  3. Sergio Saraiva tá de gracinha…..

    “A partir de agora, você já pode matar a sua esposa em uma discussão doméstica ou ser morto pelo seu vizinho em um desentendimento por causa do barulho do cachorro”.

    Sergio Saraiva,

    Seu post é muito ruim. De 1 a 10, dou ZERO para vc. Vc não pode inferir uma estupidez dessa pelo fato de discordar da proposta do Governo. O argumento é desonesto e vc sabe que é. Eu tambem acho polêmica a medida. E nem vou adquirir uma arma por isso. Acho que nem vc vai. Não é um “liberô geral”. O pequeno comerciante da periferia, dono de mercearia,  farmácia, venda de botijão de gás, etc assaltado uma, duas ou três vezes por mês não pensa como nós. O vagabundo que o assalta, o faz porque sabe que ele não tem arma. Agora terá. Então, arma pode provocar tragédia, concordo, mas o principio e o espírito da iniciativa é permiitir a posse para compensar a deficiencia da segurança que compete ao Estado.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome