STF é a ponta do iceberg, por Homero Fonseca

Jornalista insuspeita deixa escapar como Bolsonaro está sendo moído por uma sólida resistência no topo da teia do poder.

STF é a ponta do iceberg

por Homero Fonseca

“Há mais coisa no ar do que aviões de carreira”. Barão de Itararé.

A conhecida Eliane Catanhêde, do Estadão e Globo News, faz em sua coluna de hoje no jornal uma importante revelação para entendermos o que está acontecendo no Brasil.

Começa ressaltando que a pressão e as investigações sobre Bolsonaro não partem só do STF, mas do TSE, TCU, Congresso, Justiça do Rio etc. Ou seja, há todo um aparato institucional em ação, ao qual se juntariam militares da ativa e da reserva.

Conta que houve tentativa de negociar um “respiro” para Bolsonaro, mas a coisa não colou, pois já seria “tarde demais”. “Não há Centrão – conclui a jornalista – capaz de segurar uma onda que vem de fora e pode chegar de forma incontrolável ao Congresso, como nos casos de Collor e Dilma”.

Catanhêde, que tem bom trânsito entre a direita brasileira, conta que alas governistas e militares “trabalham pela ascensão do vice Hamilton Mourão” – dando a entender que as conversações passam por desativar a bomba que teoricamente cassaria a chapa presidencial no TSE (pois se o processo terminasse em condenação, Mourão também seria cassado).

No fim, a jornalista faz a revelação mais importante desse jogo estratégico: “o Supremo é a parte mais visível” e “integra uma sólida resistência a um presidente que nunca assumiu de fato. Mourão está no radar”.

Que “sólida resistência” é essa de que o STF é apenas “a parte mais visível”? Quem compõe essa “sólida resistência”? Ela não esclarece, nem nomeia, claro.

Leia também:  Bolsonaro veta perdão a Igrejas mas pede que Congresso derrube o veto

Mas, para quem tem um mínimo de informação sobre como funciona a engrenagem do sistema, a resposta é uma só, embora possa receber vários nomes: elites, classes dominantes, poder real. A Rede Globo e Sérgio Moro que o digam.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

9 comentários

  1. Essa gente já não é mais o poder real.
    Estão que nem loucos tentando amealhar esquerdistas que ontem pisavam para ver se conseguem agrupar forças para tentar ameaçar o sujeito que ocupa a presidência da República e assim ter condições de negociação com ele e seu entorno.
    Nesse sentido, qualquer ação que não seja a anulação das eleições tenderá em minha modesta opinião a uma situação semelhante a ocorrida na Venezuela quando tentaram depor Hugo Chávez.
    Só que,aqui,com todos os sinais trocados.
    No lugar do chavismo teremos o burrismo.

    7
    1
    • Burrismo e banditismo é o que existe atualmente no Palácio do Planalto. Elegeram pra presidência da república um sujeito que além de bandido chefe de quadrilha, é extremamente burro. Sim, por que um cara que por ser presidente da república se comporta como se o Brasil fosse sua propriedade particular, só não é mais burro do que o próprio burro.
      Já está passando da hora de dar um pé na bunda desse otário e dos seus três porquinhos.

      1
      1
  2. Agosto é o mês preferido para as tragédias políticas brasileiras…
    Mourão e Bolsonaro consideram herói o torturador coronel Brilhante Ulstra.
    Mourão seria a “salvação constitucional”.
    Só uma Frente Ampla poderia impedir essa trapaça dos militares entreguistas.

  3. Pois é… se, como diz Bob Fernandes no imperdível “O mercado de notícias” (2014, Jorge Furtado), “Lula não é do clube”, Bolsonaro também não é. Tá bom, o ex-capitão é capitalista, neo-liberal e colonial subordinado, como a elite (ou poder real ou classe dominante, pode escolher) mas seus criminosos são milicianos da baixada fluminense, bem diferente dos do clube. Os do clube são de Alberto Youssef (alô, Moro) prá cima, capazes de intermediar compra (ou “empréstimo”, vá lá) de apartamento na avenida Foch, em Paris… Enfim, gente fina é outra coisa.

    (Será que o que define a classe social de uma pessoa são, afinal, os criminosos que a cercam? A verificar…)

    • perfeita pergunta!

      a questão é que vem de cima ,quem a banca consegue corromper para mantê-la sempre roubando o dinheiro do Estado( do povo ),sem retorno

  4. Na verdade deve estar lendo os comentários aqui do ggn…o que ela disse que não foi aqui comentado com mais pormenores???? Quanto ao pédealface o namoro vem de longe…. inclusive já foi alçado ao grau máximo e já deu várias declarações contra os trabalhadores, se posicionando contra o décimo terceiro e afirmando que o salário mínimo do país, um dos mais vergonhosos da América Latina, é alto…..isso veio de quem reclamou que ganha pouco…. ele sabe a quem agradar, e não é só povo…..tá fraco, dona cheirosa, cuspa os feijões, de blá blá blá e tic tac já tô de saco cheio…..

  5. Enquanto a casa cai, olha só com o que Bolsonaro está preocupado:

    “Bolsonaro intensifica luta pelo fim da tomada de três pinos”

    Seria algum problema de fundo emocional com o fio terra?

  6. Pode ser por isso o pedido de vista no processo no TSE. Esses processos vão se arrastar indefinidamente para não dar tempo de cassar a chapa.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome