Documento do PMDB propõe fim de todas as indexações

Jornal GGN – Maria Cristina Fernandes, jornalista do Valor, relata os debates dentro do PMDB sobre o documento ‘Ponte para o Futuro’, conjunto de propostas que serão debatidas no encontro de novembro até virarem programa de governo no congresso de março. De acordo com a jornalista, o senador paranaense Roberto Requião disse para Romeró Jucá (RR), que não conhecia ninguém do partido que tivesse participado da redação do documento. “Parece­-me mais que foi uma encomenda feita a alguns economistas ligados ao mercado. Quem redigiu?”, questionou. Entre as propostas estão o fim de todas as indexações ­ de salário mínimo, previdência e orçamento, ­ além de prever que as negociações deverão prevalecer sobre as leis no mercado de trabalho. Leia mais abaixo:

Do Valor

Orçamento base PMDB

por Maria Cristina Fernandes

O senador Romero Jucá (PMDB-­RR) já estava na tribuna do Senado nesta terça feira havia 16 minutos para defender documento do PMDB, quando seu correligionário Roberto Requião, lhe pediu um aparte.

O senador paranaense disse não conhecer nenhum pemedebista que tivesse trabalhado na redação do ‘Ponte para o Futuro’, nome dado pelo partido ao conjunto de propostas que começarão a ser debatidas no encontro de novembro até virarem programa de governo no congresso de março. O documento rechaça aumento de carga tributária, propõe o fim de todas as indexações ­- de salário mínimo, previdência e orçamento ­- além de prever que o negociado deve prevalecer sobre o legislado no mundo do trabalho.

“Parece-­me mais que foi uma encomenda feita a alguns economistas ligados ao mercado. Quem redigiu?”. Jucá respondeu com uma exclamação: “Senador Requião”! O orador não declamaria da tribuna nem ao telefone os colaboradores aos quais a fundação Ulysses Guimarães recorreu para elaborar o documento, mas, pelas vírgulas que acrescenta, vê­se que o texto passou por uma consulta pública à la PMDB.

Continue lendo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora