“O PT era em 1980 o que é o Podemos hoje”, disse Lula

Em discurso histórico, o ex-presidente admitiu: “muitas vezes, ao invés de mudar a política, vai se adequando à política”

Jornal GGN – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um discurso histórico na Conferência “Novos desafios da democracia”, realizada pelo Instituto Lula, com a participação do ex-presidente do Governo da Espanha, Felipe González. Na ocasião, Lula relembrou a construção do PT, em 1980 e, com duras críticas ao governo, clamou pela necessidade de mudanças. “Hoje, o momento é de cansaço”, resumiu em breve histórico das democracias pelo mundo.

Leia a transcrição dos principais pontos do discurso de Lula:

A presença de Felipe González é um momento para repensar nossas ideias.

Durante muito tempo nos trancamos na nossa verdade e assistimos à esquerda europeia ir definhando. No dissabor de 1980 e poucos, tivemos que assistir a primeira mudança de nome do Partido Comunista. De lá para cá mudaram de nome várias vezes e continuam caindo.

Fizemos uma reunião com o Podemos (Partido na Espanha) e outros para saber o que está acontecendo lá fora e aqui, criamos uma convivência com quase todas as forças de esquerda da Europa nos últimos 35 anos. Convidamos companheiro Felipe González, uma das cabeças mais arejadas para o debate político que precisávamos, no sentido de fazer repensar a esquerda e até o que fazer quando chegarmos ao poder.

Enquanto é oposição é muito fácil ser democrata, porque você só pensa, só acha e só acredita. Quando chega ao governo, não pode mais pensar, achar e acreditar, tem que fazer. E fazer significa tomar posições, escolher políticas, acolher alguns setores e jogar para fora outros.

E um jovem do Levante me pergunta, coisa que tenho tentado falar, mas falar com velho não tem muita ressonância: não existe possibilidade de mudar as coisas no Brasil se quem quer mudar não entra na política.


Quando eu e meus companheiros quisemos mudar, criamos um partido, uma Central e fizemos greve e criamos o mais importante partido de esquerda da América Latina. O PT era em 1980 o que é o Podemos hoje.

Leia também:  PT fará ato com Haddad e Jilmar Tatto direto da laje em periferia de SP

O partido político cresce, elege prefeitos, vereadores, deputados e, quando acontece isso, entramos na roda gigante da política. Muitas vezes, ao invés de mudar a política vai se adequando à política. Escolha a pessoa mais radical que quiser, coloque dentro do Congresso Nacional. Daqui a pouco, ela está sentada ao lado da extrema direita como se fossem amigos. É próprio da democracia.

O PT é o mais glorioso exemplo da convivência democrática na diversidade.

Juntamos de tudo o que possa imaginar, de tudo um pouco, e estabelecemos uma convivência, um jeito de sobreviver à política e com 20 anos ganhamos a primeira eleição para presidente da República.

Tinha falado com Suárez [Adolfo Suárez, presidente da Espanha de 1976 a 1981], Zapatero [José Luis Rodríguez Zapatero, presidente da Espanha de 2004 a 2011], sobre necessidade de reconstruir utopias, para fazer a meninada sonhar ou aprender com eles a ter sonhos, que é possível melhorar este mundo que vivemos.

Enquanto a gente, aqui, maravilhada com a primavera Árabe no Egito. Depois elegeram o Morsi [presidente islamita Mohammed Morsi], e derrubaram Morsi. E quem está governando? Os militares.

A morte do Kadafi [regime ditador Muammar Kadafi] foi daquelas coisas que não tem explicação para a democracia. A Líbia estava quieta, não incomodava ninguém. De repente, resolveram transformar em inimigo da humanidade e criaram algo mil vezes pior do que existia antes. E ninguém responde por essa decisão.

O Iraque tinha Saddam Hussein. Para mim, nunca criou problema. A gente acreditava nas mentiras dele. Quando os americanos inventaram que era preciso invadir o Iraque, para a caça ao terrorismo, a democracia nunca correu tanto risco quanto agora, porque pessoas insensatas tomaram atitudes insensatas e o mundo vai ficando mais difícil.

O Brasil, país em que a gente exercita a democracia e meu maior legado em 8 anos, foi o exercício da democracia que praticamos. Nunca antes na história do Brasil, o povo exerceu a democracia e participou das decisões quando assumimos o poder.

Eu fui acusado de assembleísmo, de fazer muito discurso. Foram 74 conferências nacionais para decidir todas as políticas públicas.

Hoje, o momento é de cansaço.

Da mesma forma que vejo a esquerda europeia com uma dificuldade imensa de discutir a migração. Em 1985, dei declaração para o jornal dizendo que não era possível trabalhador chegar ao poder pelo voto. Em 1989 tive quase 47% no segundo turno. Ai comecei a acreditar.

A partir desse crescimento criamos o Foro de São Paulo, com a ideia de criar a esquerda latino-americana para defender a democracia.

Leia também:  Possível candidatura de Lula não interfere no julgamento de Moro, avalia Gleisi Hoffmann

A Republica Dominicana tem 19 partidos diferentes. Na Argentina, nem o Maradona unificaria a esquerda. Somente a democracia poderia permitir que eu chegasse à presidência da República. Somente a democracia garante que um índio como Evo Morales governaria a
Bolívia.

No Brasil reclamamos muito da mídia. Aqui, a oposição é a imprensa. Em alguns jornais, fazem oposição pelo editorial. Aqui, pela informação.

Ao invés de brigar com isso, melhor saber utilizar a Internet, brigar nas redes sociais. Ficar pedindo que eles concedam a nós o direito de dar entrevista? Vamos buscar alternativa, fazer comunicação.

Aqui a regulação da mídia é de 1962, no tempo em que ligar do Rio Grande do Sul para Brasília demorava 6 horas. Não tinha nem fax. Agora, na era da Internet, da TV digital, não temos regulação. Toda vez que fala em regulação da mídia, bordoada para todo lado.

Aqui no Brasil até direito de resposta não existe mais.

O PT perdeu um pouco a utopia. Como a gente acreditava nos sonhos… Nós chorávamos na mesa. Hoje a gente só pensa em cargo, emprego, em ser eleito, ninguém trabalha mais de graça.

Antigamente, esse partido qualquer coisa colocava 2 mil pessoas na rua com a bandeira do partido. Hoje se os candidatos não liberarem assessores do gabinete, não tem.

Vícios de partido que cresceu e chegou ao poder. O PT precisa construir nova utopia.

Estive em reunião com grupos de católicos da periferia. Todos ajudaram a criar o PT em 1980. Agora perguntam: como podemos falar em renovação se não tem um novo aqui? O PT tinha maioria com menos de 30 anos de idade, e precisa urgentemente voltar a falar para a juventude.

Leia também:  Metafísica normativa, por Jorge Alexandre Neves

Está na hora de revolução interna no PT, colocando gente nova.Queremos salvar a nossa pele e os novos cargos ou o nosso projeto?

Precisamos criar um novo projeto de organização partidária nesse país. A política está terceirizada. O cidadão que é eleito é eleito para negociar em nome do seu país.

Na Europa, tirou o direito de fazer política monetária dos países e deixou apenas o direito de se fazer política fiscal. Esse coitado da Grécia… O ajuste proposto fez com que dívida líquida e
bruta crescesse. Só na Alemanha caiu. Em todos os demais cresceu, e depois do ajuste.

Só para concluir, em 1982 o companheiro Felipe González me recebeu em Moncloa [distrito da cidade espanhola de Madrid], eu e o Marco Aurélio [Marco Aurélio Garcia, coordenou o Programa de Governo de Lula em 1994, 1998 e 2006], e fez a seguinte pergunta:

– Lula, como é que você está pensando na sua convivência com as Forças Armadas?
Respondi: Vou democratizar as Forças Armadas.
– Como vai fazer?, me perguntou
– A partir da escola militar, vamos fazer jovem chegar a general sendo democrata.
Ele me questionou: Mas para jovem chegar a general demora 40 anos. Seu mandato só vai ter 4. Como vai resolver?

Eu resolvi, chamei um amigo meu, que tinha alguém das Forças Armadas e disse: eu sou presidente, eu não conheço ninguém [das Forças Armadas], eu quero montar meu Estado Maior.

– Presidente, você não quer ter problemas? É o seguinte, escolha o primeiro da fila. Eles estão aguardando há 40 anos na fila, deixa a fila andar que não vai ter incômodo.

Foi assim que eu aprendi a escolher os generais. E eu ainda não teria meu general democrático, quem sabe daqui uns 30 anos vamos ter um. Foi a lição que González me deu.

***

Ouça, na íntegra:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

45 comentários

  1. …mas falar com velho não tem muita ressonância

    …mas falar com velho não tem muita ressonância

    Ótimo, então vamos começar rejuvenescendo a direção do Partido. 

    • Euem se habilita? O Partido

      Euem se habilita? O Partido está aí. Se não entrou ainda, é só entrar e trabalhar MUITO.

  2. A questão a ser respondida pelos petistas é essa mesma

    Está na hora de revolução interna no PT, colocando gente nova.Queremos salvar a nossa pele e os novos cargos ou o nosso projeto?
     

  3. Vem mudança por aí

    Lula já botou o gato no telhado, pelas últimas declarações. Finalmente entenderam a necessidade de renovação total, gente nova de idade e cabeça. 

    • Caro Fernando,

      estava escrevendo um texto para o blog aqui no GGN, fora do “dominó” e do “botequim”, em que dizia que os últimos pronunciamentos de Lula são o embrião de sua campanha para 2018. Como grande estrategista político que é, já percebeu que o foco está em negar o passado de que o PT não deixou nem o bagaço. Seu mote será essencialmente o de ampliar as forças produtivas e reformular o ciclo rentista do capitalismo. Amealhará vários aliados aqui e no planeta.

  4. Parece que estão percebendo

    Parece que estão percebendo muito tarde… tudo isso vem sendo dito em alguns dos blogs, entre os comentaristas destes blogs… ora, o PT não atentou pra Vandré que dizia: “quam sabe faz a hora”.

    O Lula falou algo há muito sacado nas bases… já não dá mais pra salvar o projeto??? quam sabe?

  5. O real problema do PT é que a

    O real problema do PT é que a direção é covarde e inepta.

    Vimos como comportou-se covardemente durante o julgamento do mensalão.

    Aos companheiros petistas aqui do blog, quando o PT fez algum movimento de rua nesses últimos anos (tirando época de eleição)?

    Além disso, a direção, encastelada em seus gabinetes contando os milhares que recebem de salário, é hipócrita. Eles sempre vêm com o discurso: “a militância precisa ir às ruas. A militância precisa participar das pautas da juventude, dos movimentos sociais”. Oras! Como fazer isso se o discurso do PT não acompanha a prática?

    Pedem para conquistar a juventude, quando o PT do Rio é subserviente e cúmplice do assassinato da juventude negra feita por Cabral, Paes e Pezão.

    Pedem para participar da luta dos trabalhadores, mas a dona Dilma comete estelionato eleitoral ao retirar direitos dos trabalhadores. A vaca tussiu!

    Pedem para participar de lutas no campo, mas a presidenta cede aos ruralistas em todas as pautas.

    O PT critica Cunha, mas o que o PT faz? Metade de seus parlamentares votam a favor do shopping do Cunha.

    O PT só vai melhorar quando essa direção covarde, inepta e hipócrita saírem dos cargos. 

    Dados: somente 5% dos filiados do PT são menores de 25 anos. Como renovar?

  6. O Momento é de cautela e paciência, o PT perdeu a voz

    O Momento é de cautela e paciência, o PT perdeu a voz e está na defenciva, precisa de algo novo, noticia nova, e que essa operação LAVA JATO seja concluida logo, a fim estancar essa sequencia de assuntos negativos.

     

  7. O passado não volta.

    Eu fui nos anos 80 a comicios do Lula, fui ajudar a fazer greve dos metalurgicos , realmente tinha-se uma esperança de mudança. O PT teve a sua chance , tinha a faca e o queijo na mão, mas cortou até a mão.

    A chance do PT passou, assim como do PSDB, não sei para quem a sorte vai sorrir em 2018, mas se depender de mim, eu não vou a um comicio do PT nem que me paguem.

    Melhorou… muito pouco, a violencia só piorou. Alguns pensam que melhorou por que compraram sua casa em suaveis parcelinhas mesais a perder de vista. E se ficarem sem emprego como vai ser?

    já era… PT esta no fim.

    • Você disse que o PT e PSDB

      Você disse que o PT e PSDB estão fora para 2018.

      Diga aí, qual o grande partido ou politico na sua opinião vai surgir para salvar o Brasil varonil 2018

      Marina ?

      Eduardo Cunha ?

      Bolsonaro com Feliciano ?

      Barbosa em dobradinha com Moro ?

      Luciano Huck,  vice Ronaldo gordo ?

      o tio rei se fundasse um partido ?

      Algum militar ?

      Ou quem sabe, você.

      Diz aí !

  8. Na contramão do que prega o

    Na contramão do que prega o blog sobre o advento das “redes sociais” , Okamoto destoa :

    “Em sua fala, Okamotto questionou a democracia no Brasil e disse que as redes sociais a “complicam”. Ele definiu democracia como “exercício solitário de pensar o que é bom para as pessoas” disse que fica “com uma grande pulga atrás da orelha” sobre como consolidá-la no país.

    “Estamos muito distantes do mundo desenvolvido, do mundo rico”, afirmou.

    Segundo ele, a “democracia está ainda mais complicada” com o advento das redes sociais. Okamotto apontou o apoio popular à redução da maioridade penal e o fracasso da reforma política como ameaças.

    “Todo mundo quer uma classe política melhor. Mas essa reforma política, para mim, é uma decepção”, discursou.”

  9. Quer bom que o Lula está

    Quer bom que o Lula está cutucando o próprio partido querendo gente jovem.

    Pode começar a faxina pela cúpula do partido, detonando Rui Falcão e seus asseclas.

    Bando de sanguessugas inoperantes.

    O Partido perdeu muito a garra com esses caras.

    O PT se acoxinhou !

  10. Nem é maaaaaaaaaaaala…

     

    E eu que pensei que “o mala” renegaria “só” a Dilma….eheheheheheheheh…vai jogar o PT ao mar TAMBÉM….”O Cara” se superando, sempre…..

     

  11. Após procurar com lupa, com óculos, com uma luneta, um binóculos e com um microscópio eletrônico, não encontrei em nenhuma parte do texto do post onde estariam as ”duras críticas” de Lula contra o governo da presidenta reeleita, Dilma Rousseff. 

     

    Pelo jeito continua a mania de tentar colocar Dilma contra Lula e vice versa, algo que não passa de pura perda de tempo. 

     

    Quanto ao PT, sofre agora de vários males, dentre os quais a campanha de extermínio sistemático do qual é alvo durante 24 horas por dia, a fadiga de material de um partido que fechará pelo menos 16 anos ininterruptos no governo federal e as contradições deste terceiro ciclo econômico – pró cíclico – dos governos do PT, iniciado em 2015 (o primeiro, pró cíclico, durou de 2003 até 2008; o segundo, anticíclico, durou de 2009 até 2014).

     

    No mais, o que se vê é uma oposição medíocre, fracassada, estúpida, golpista, fascista e desesperada. E a oposição medíocre e fracassada está ainda mais agressiva do que o habitual por uma simples e singela razão: mesmo com o governo federal, o PT e Dilma colados no fundo do poço, não há nenhuma perspectiva concreta de poder para a oposição. 

     

    Quando saírem do fundo do poço, o que não vai demorar muito, o governo federal, Dilma e o PT começarão a pavimentar o triunfal retorno do Lula. E é isso que deixa a oposição fracassada cada vez mais golpista. É o medo da recuperação das forças que comandam o país desde 2003, algo que irá acontecer nos próximos 03 anos, e a subsequente volta do Lula. 

    • Autistas….
      é o que vejo, Dilma, a autista chefe, contínua fazendo suas inauguraçõezinhas como se não estivéssemos passando por um processo de total anomia e desmantelamento das bases democráticas da sociedade . Lembra Antonieta mandando o povo amotinado nas ruas comer brioche. John Reed descreve cena semelhante no decorrer da Revolução Russa. Diogo autisticamente vislumbra Dilma e o PT pavimentando, ao som da marcha trunfal de Aida, o retorno de Lula ao poder. Ainda bem que Lula ainda não foi tomado pelo autismo, e consegue ver realidade como ela é, e por isto mesmo, contra a insanidade deste governo de cardosos e mercadantes, será levado pelo povo novamente ao poder, assim como o foi Getulio. E juntos cantaremos: bota o retrato do velho outra vez, bota no mesmo lugar. O sorriso do velhinho faz a gente trabalhar. E tem mais, isto acontecerá apesar de Dilma e do PT, e não por causa de.

  12. Não adianta nada a militância

    Não adianta nada a militância aqui embaixo aguerrida, lutando, brigando, discutindo, batendo boca com coxinhas e radicais de direita, brigando até com familiares, e os dirigentes e politicos do partido lá em cima conteporizando, arregando, se cagando de medo de ser noticia negativa no JN.

    Esses dirigentes não percebem que a casa para o PT já caiu há muito tempo, agora só falta fazer o rescaldo, que é prendendo o Lula.

    A única salvação para o PT é o confronto direto, aberto e franco.

    O resto é conversa fiada.

    • O petismo não  tem sorte:

      O petismo não  tem sorte: tudo que temos por oposição é tão incompetente que mesmo  ¨competência¨ do nível da Dilma ganha de lavada.  se prender Lula,  o maior sonho de alguns petistas agora, a revolução será implacável pelo voto: ninguém dará nenhum voto se não for no petismo.

  13. um dia desses – a Day in the life

    eu vi as notícias de hoje, cara. sobre um executivo rico. apesar de não ser muito legal, eu tive que dar uma risada quando olhei a fotografia. ele esticava sua cabeça abaixada para fora de um carro. não havia notado que as coisas tinham mudado. uma multidão o encarava atônita. reconheciam sua face, mas não estavam certos de onde.

    eu acompanhei uma transmissão ao vivo hoje, cara. o nosso lado tinha vencido. algumas pessoas foram embora. mas eu tive que ficar até o final. eu havia lido as sinais. ah! eu queria tanto que vocês todos ficassem ligados.

    eu li as notícias hoje, cara. milhares marchavam na Europa: não ao ajuste fiscal! e eles eram tantos que nem dava prá contar. mas agora todos vão saber que não cabemos em nenhum Parlamento. ah! como eu queria que vocês ficassem ligados.

    “ companheiro. tudo isto está em movimento.”

    Apolônio de Carvalho

    .

  14. O estrago que a Dilma está

    O estrago que a Dilma está fazendo é muito mais grave do que os problemas econômicos: ela retirou a credibilidade política dos militantes do PT. 

    Como milhares de outros militantes, eu me esforcei para ajudar na eleição da Dilma. Conversei com amigos, conhecidos, parentes, pessoas do meu círculo social tentando convencê-las a votar na Dilma. Alguns se convenceram, outros não. É parte da democracia.

    O problema é o seguinte: eu não tenho mais credibilidade perante essas pessoas. Uns acham que sou safado e menti de propósito para enganá-las e outros acham que também fui enganado, e que não menti de propósito.

    Mas em ambos os casos, eu perdi minha credibilidade perante estas pessoas. Nenhum deles vai acreditar em mim nas próximas eleições.

    E como o militante atua quando não tem credibilidade? 

     

     

     

     

     

    • Eu não sou doPT, ms acredito

      Eu não sou doPT, ms acredito no Lula, na Dilma, no PT. Não acredito na mídia brasileira, nem na extrema esquerda brasileira e nem na oposição brasileira e acho que o PT é o único partido com condições de enfrentar essas instituições. Viva o PT.

    • Carochinha

      Já sinto medo da Bruxa Malvada?

      Andou assistindo Malévola e sonhou com a Dilma?

      A fada madrinha do salvamento da sua credibilidade pode aparecer com a cara do Eduardo Cunha.

      Análise sempre dói. Seja no divâ, seja na conjuntura complicada.

      O resto são os enredos de sempre.

      Pare de ver novela!

    • Aula? O que ele esta fazendo

      Aula? O que ele esta fazendo é tentar sobreviver mesmo que tenha (mais uma vez) de pisar no pescoço de seus aliados. José Dirceu que o diga.

    • 100.000 nas ruas de Londres

      London Anti-Austerity Protest Draws 100,000+

       

      This is socialism collapsing. Hundreds of thousands of people have joined together to protest anti-austerity. So many people attended that the police refuse to number the crowd fearing it was just too many.

      We are at a crossroads. We have people who live in their little bubbles like Rogoff and Buiter who tell government they need to eliminate cash to prevent bank runs and to force more austerity down the throat of the economy to really kill it. The government loves these people who are becoming the new “Beavis and Butthead” characters of economics.

      Governments cannot face the facts. There is NO WAY to maintain the current system. It is dead and trying to blow air into a dead corpse is pointless. They will not bring this back to life. We need SERIOUS REFORM to save society, to embrace the fact that money is different than theory, and debt is the great destroyer. We must move forward and abandon federal taxation for a debt to private equity swap for government debt to revive the economy and pensions. (See: SOLUTION CONFERENCE)

      If we continue down this road, we will see these types of protests turn violent. There will be an uprising, blaming aliens as always happens during the sovereign debt crisis. There were violent confrontations in Philadelphia with gun battles against the Irish for coming to America and taking their jobs in 1844. We will see this everywhere.

      The protest in London this weekend demonstrates that government is moving into a confrontation mode where they do not understand that if they continue along this path, the end result will be economic desolation. They have absolutely no solution and continue the brain-dead ideas that they must support the bondholders the same as Roosevelt’s Brains Trust who he had to ignore. It is time to wake up.

       

      • Censura na mídia Inglêsa

        http://russia-insider.com/en/london-protests-covered-british-media/ri8209

        100,000 March in London – Media Covers It Up

        Here’s how the media works: as thousands march against austerity, the BBC focuses instead on new-age rituals

        Author of the article below, rellying on a Guardian estimate says 50 thousand people marched in London. Other estimates vary between 70 and 150 thousand  and the organizers have said the number was 250 thousand. – That’s in London alone, there were also demonstrations in  Glasgow, Liverpool, Bristol and elsewhere across Britain.

        This article originally appeared atOff Guardian

        There’s going to be a protest march in London today. You might not hear about it on the news, but that doesn’t mean it isn’t happening.

        This is the strange thing about the modern MSM, they seem to have collectively signed up to the Karl Rove doctrine. The Republican political strategist, and possible candidate for most evil man in the world, once famously told journalist Ron Suskind: “We’re an empire now, and when we act, we create our own reality.”

        As much as this sounds like the crazy ramblings of a conservative zealot, when you apply it to the way the modern media-machine works, everything seems to suddenly make more sense. The media is an Empire now, too. A sprawling mass of influence from one side of the “democratic” world to the other – hundreds of television companies, newspapers, magazines, radio stations and movie studios all owned by six – just six – mega-corporations. That’s an Empire for the modern age, an Empire with logos and slogans in place of flags and anthems, but an Empire none the less. And this Empire agrees with Mr Rove: That people in “reality based communities” are somewhat behind the times. That they can create their own reality, and make us live in it.

        That’s the reason I mentioned that protest tomorrow. It’s going to happen, but whether or not the media will acknowledge this is very much up for question. There was a march last year too, you know, but nobody seemed to want to cover it.

        On the 21st of June 2014 50,000 people marched through the streets of London protesting austerity, cuts to welfare, the possible break-up of the NHS and, generally speaking, the state of the country. Nobody covered it in the news. They didn’t smear it, or criticise it, or misrepresent it…they just didn’t mention it.

        Now, I grew up in a household where “awareness” was prized – don’t believe the news, think about hidden agendas, what does this really mean? – I knew, from a young age, that a headline was usually a just a bold lie. But that the news-media, as a collective entity, could simply ignore something that happened shocked me. It was just so…dishonest. But they did it – they tried to enforce their created reality….and they failed miserably. Because the news media isn’t the all-controlling force it once was…there’s new media in town. Often times, when the MSM is embarrassed or shown up, it is the alternate media that is responsible but in this instance it was social media.

        How do you pretend a march isn’t happening when every one of the 50,000 people marching have cell phones and facebook? How do cover up a protest when people can tweet their slogans to a million followers? How do you quash a story when the alternate media not only cover the story themselves, but then cover your lack of coverage as well. Well, to put it simply, you don’t. What followed was one of the most embarrassing volte-faces in media history.

         

  15. PT: Podemos ou PSOE?

    “O PT era em 1980 o que é o Podemos hoje.” Completando: O PT é em 2015 o que o PSOE, o Partido Socialista francês e o Partido Trabalhista (PT!) inglês são hoje.

    • triste verdade, Andre B…

      é incrível, mas os lideres PTistas escolheram seguir o caminho minado do PSOE ou dos socialistas franceses.

       

      O ruim é que não temos sombra de embrião de um Podemos por aqui, ou seja, o País, desgraçadamente, cairá sob as patas dos canalhas protegidos e emulados pela #MidiaBandida.

       

      Se sobrar algo, veremos…

       

      PS – por mais que desgostemos, este resultado da pesquisa da FSP é bem realista… lamentavelmente.

      PPS- Este Felipe Gonzalez não é nem sombra do que foi. É apenas um socialista arrependido, convertido ao neoliberalismo e de quebra agindo contra a Venezuela bolivariana. Enfim, um traste. E Lula se liga a ele? Pfffuuuu…

       

      :((

  16. lulices

    “Está na hora de revolução interna no PT, colocando gente nova. Queremos salvar a nossa pele e os novos cargos ou o nosso projeto?”

    Falsa questão porque o projeto é cada vez mais claro: salvar a pele e os cargos.

  17. É o preço de ser governo.

    É o preço de ser governo. Quem não se lembra dos armários lotados de esqueletos no final do governo FHC?

    Lembro quando o Felipe Gonsales saiu do governo, sucedido pelo Aznar. Um dos maiores problemas foi a fadiga produzida por diversos escândalos. O mesmo se passou com o Partido Socialista francês com e o Mitterand, ou mais recentemente o final melancólico do governo Gordon Brown.

    Ao fazer parte do jogo político, se o PT errou foi em não focar mais nas reformas desse sistema. Aceitou com muita passividade o que estava aí. Tem gente que chama isso de acomodação. Poderia ter sido o governo reformista que o país precisa, mas se contentou em ser apenas uma aula de alternância de poder.

  18. Agora que a vaca foi pro

    Agora que a vaca foi pro brejo é conveniente fazer uma mea culpa.

    Se não houvesse a críse econômica, se não houvesse a críse com a petrobras, Lula estaria dizendo agora que tudo foi fruto de seu governo e dos acertos do PT.

    Na verdade é que a grande revolução era pra ter acontecido no governo Lula, em 2006, 2007 ou 2008.

    Mas preferiu cair na tentação de achar que o céu era o limite. Deu no que deu. Dilma até que tentou, corajosamente, dar uma cavalo de pau, baixando os juros e revendo tarifas de energia. A idéia era boa. Mas foi tarde demais, pois o empresário nem se mexeu, sabendo que a críse lá fora estava batendo à nossa porta, Todo mundo queria mesmo era a segurança dos juros bancários, como sempre foi.

  19. Discurso histórico???

    Nassif

    O discurso do Lula foi muito triste. Olha para o partido que criou e desenvolveu e chora. Cadê aquela inclusão social através da educação que eu tanto acredito? Cadê aquele sonho de fazer política de mãos limpas? Onde está aquele sujeito fantástico da década de 80 e 90? Não sobra quase nada, sobra um partido igual aos outros, cheio de picaretas e ladrões. Muito triste mesmo.

  20. belê! Lula mais Marta mais Tarso mais Chauí por Aí

    belê!

    Lula mais Marta mais Genro mais Chauí por Aí estão afinadíssimos nas ideias palavras-chave do discurso crítico revisionista da essencialidade política de refundação fênix do PT por causa intrínseca da crise de utopia política e de muita sem-vergonhice do PT sinecuras cansado de guerra…

    outrossim, Marta aqui, foi vítimada e ofendida por certa misoginia política de certa militância machista… e eis que, aqui agora, ouvimos em alto e bom som, Lula no típico momentum metamorfose ambulante, para salvar os dedos restantes… e depois do leite derramado do velho Chico, plagiando toscamente a retórica crítica marteneana / tarsoneana / chauieana..

    Zé Dirceu, no calor campanha presidencial, disse sobre Marina: “Ela é o Lula de saias”

    “Podemos hoje” dizer de Lula: “Ele é a Marta no traje gordo”

  21. matrioska – descascando a cebola

    como ser liberal nos costumes e se manter politicamente conservador? como fazer inclusão social com uma política econômica neoliberal? os dilemas do lulismo e da burguesia brasileira são a dupla face de uma mesma resposta incompleta para a questão: qual Brasil?

    a crise do governo Dilma é a crise do lulismo. e a crise do lulismo é a crise do PT. e a crise do PT é a crise da esquerda brasileira. e a crise da esquerda brasileira é a crise de todos nós, é a crise do Brasil. porque só o campo da esquerda será capaz de encaminhar um projeto de país pautado pelo desenvolvimento com inclusão social.

    mas é também a crise da burguesia brasileira! e a crise da burguesia brasileira é a crise da burguesia paulista. e a crise da burguesia paulista é a crise de uma hegemonia inacabada que jamais teve projeto de país. é a crise de uma classe dominante sempre desvinculada da nação e do povo.

    qual a alternativa que a burguesia brasileira tem a oferecer? 15/03 e 12/04. o proto-fascismo. qual a alternativa oferecida pelo lulismo? o ajuste fiscal, a mesma austeridade que destroça os países europeus. qual o resultado? uma crise econômica que gera as condições sociais para o fascismo prosperar.

    ao descascarmos a cebola da crise, o lulismo e a burguesia brasileira se entrelaçam em seus impasses. e no centro da cebola descobre-se o vazio! a falta dos movimentos sociais como os únicos protagonistas políticos com o poder de gerar não apenas desenvolvimento com inclusão social, mas uma sociedade democrática e republicana.

    em sua fundação, o PT colocava-se como instrumento a serviço dos movimentos sociais, tendo nascido deles, a eles se manteria organicamente vinculado. os movimentos sociais são a única possibilidade de avançarmos não apenas política e economicamente, como nos costumes, na cultura e nas artes. são as pessoas em movimento que fazem a sociedade se mover.

    qual Brasil? somente a luta muda a vida.

    .

  22. Até quando?

    Lula fala ao partido o que deveria falar a si mesmo. Ele que, pra ser eleito e governar com tranquilidade, se associou às figuras mais podres da política Brasileira, em 8 anos de mandato com amplo apoio no congresso não concluiu sequer uma reforma estrutural essencial ao país. Nem a reforma política, que propiciaria exatamente a renovação e mudança de perfil das pessoas que fazem política, e que ele agora cobra do seu partido. Sim, ser governo é muito mais difícil que ser oposição, é quando “cai a ficha” que o que você acreditava ser correto e factível, o que sonhava em realizar, era na verdade uma utopia. Utopia que ele quer fomentar na juventude, formar um batalhão de iludidos que vai ajudá-lo a ser eleito, pra depois fazer exatamente conforme seu adversário fazia, e que antes ele o criticava. Até quando a turma vai seguí-lo? Tá ficando difícil falar em utopia num mundo onde a informação nunca foi tão veloz e chegou a tantas pessoas, e de fontes tão variadas. Lula agora critica a imprensa, a mesma que esteve com ele durante quase todo seu mandato, e ajudou a criar a imagem de salvador da pátria, de brasileiro trabalhador que deu certo. Não se via uma só reportagem criticando-o diretamente, nem no ápice do Mensalão, com exceção da Veja. Lula fala ao partido o que deveria falar a si mesmo. Agora tenta se descolar do governo sendo que parte dos problemas de agora vieram do governo dele, é ele quem tenta salvar a sua pele ao invés do que ele chama de projeto.

  23. Ousadia

    Como ele pode fazer isso, falar mau do PT e dizer que o partido esta errado, esse senhor deveria ser expulso ou melhor pedir desfiliação, botar a viola no saco e ir cantar em outra frequesia. Ps. Estou sendo sarcastico.

    Por muito menos, outros fundadores do partido receberam criticas neste e em outros blog, muitas ate com xingamentos pessoais ( marina que o diga ). E mais recentimente Marta deve sua cota de xingamentos.

    Mais pessoalmente duvido que isto ocorra com ele, pois ele é a cara do partido, é o lider maximo, que não pode ser criticado.

    E pior, Lula acaba de confirmar que os que sairam estavam certos em criticas e posições. Que o partido não é mais aquele que fundaram e que estava tomando um novo rumo que não era o que esperavam.

     

  24. É triste, milico e politico

    É muito triste, sou catarinense e a Edeli Salvati agora esta na “OEA” representando o Brasil???????

  25. LULA PRECISA MELHORAR MUITO SEU DISCURSO!

    O reconhecimento de que o futuro está no caminho trilhado por partidos europeus, como o Podemos e o Cinco Estrelas é positivo; mas o fato do PT e dos partidos que se dizem populares ainda não funcionarem pela internet é uma grande vergonha! Saiba mais sobre essa nova forma de fazer política:

    https://www.facebook.com/democracia.direta.brasileira/photos/a.300951956707140.1073741826.300330306769305/576815335787466/?type=3&theater

    Quanto às “conferências temáticas” sr. Lula, tenha dó, isso chega a ser um insulto! Vocês estão chamando a todos os brasileiros de idiotas. Essas convenções não são devidamente convocadas, ninguém fica sabendo delas, exceto os puxa sacos, que comparecem apenas para referendar o que já foi decidido. Ou seja, são reuniões hipócritas, que não resolvem absolutamente nada, apenas dão explicações sobre o que o governo já decidiu.

    Aprenda com os países mais desenvolvidos, não com a Espanha, que é um dos menos democráticos da Europa, e está lá pra trás em qualidade de vida, enfrentando seguidos protestos de seu povo insatisfeito. Leiam um pouco sr. Lula, garanto que o texto será muito esclarecedor, para perceber o quanto suas “conferências temáticas” não tem absolutamente valor algum:

     https://www.facebook.com/democracia.direta.brasileira/photos/a.300951956707140.1073741826.300330306769305/312667208868948/?type=3&theater

    Nas CONFERÊNCIAS PARTICIPATIVAS DE CONSENSO da Europa mais rica e democrática cidadãos são convocados a participar em todos os meios de comunicação, o país inteiro se mobiliza para isso. O povo pode participar presencialmente da convenção, pela internet, e acompanhar pelas TVs, que transmitem tudo.

    Não se trata de uma mera informação do governo, para explicar o que está fazendo aos seus puxa sacos. As questões relativas ao assunto da Conferência, que dura vários dias, são debatidas uma a uma pelos melhores especialistas do país, para que a imensa assembleia de leigos seja instruída, e compreenda a situação. Depois disso, as questões são votadas pelos presentes na assembleia, e acatadas pelos governos. Mas mesmo assim, fica reservado ao povo o direito de convocar PLEBISCITO, caso não concorde com o que o pequeno número de presentes decidIu. Na prática essas decisões são muito bem estudas e fundamentadas, tornando-se a orientação final sobre aquele assunto, que o país adotará.

    No Brasil, por mais que o sr. queira fazer parecer que tivemos algo do tipo, isso é pura fantasia. Embora seja muito positivo citar partidos como o Podemos, e falar sobre MAIS DEMOCRACIA; querer fazer de conta que isso existe no Brasil é um grande desrespeito ao nosso povo, que temos a obrigação de desmascarar…

    O Lula, assim como o Felipe Gonzales da Espanha, são os dois principais responsáveis pelo atraso desses países. Porque na época em que governaram, tiveram apoio suficiente da sociedade para democratizar os dois países de forma eficaz, mas não fizeram. Brasil e Espanha já podiam funcionar como essas maravilhosas democracias:

    https://www.facebook.com/democracia.direta.brasileira/photos/a.300951956707140.1073741826.300330306769305/503107126491621/?type=3&theater

    Entretanto, o que vemos são decisões e mais decisões, sendo enfiadas goela abaixo no povo, sem um mínimo de respeito e participação. O que é natural, porque quando o povo participa e delibera, não tem como negociar com o poder econômico futuros apoios para campanhas políticas, e até mesmo propinas. Daí a resistência em efetivamente democratizar esses países. Aqui no Brasil, por exemplo, ninguém, nem mesmo o Lula, apoiou a Dilma; quando ela sugeriu uma reforma política por Constituinte, ou por PLEBISCITOS. Pelo contrário, a maioria dos petistas articulou aquela vergonhosa reforma política do Vaccarezza, que felizmente não se reelegeu.

    Sr. Lula, errar é humano, e lamentação não enche a barriga de ninguém. Conserte seu erro, e avance MUITO não apenas em seu discurso, mas principalmente na prática. Porque desse jeito, não vai convencer ninguém. O povo já está de saco cheio de votar no PT, apenas porque o PSDB consegue ser infinitamente pior, por incrível que pareça. E se o PT não respeitar a inteligência do povo, dessa vez pode cair do cavalo…

    Sr. Lula, utopia é coisa pra quem vive no mundo da lua. O povo quer propostas concretas, possíveis e viáveis. Queremos mais participação nas decisões políticas, para evitar que sejam vendidas. Queremos direito de convocar PLEBISCITOS com nossos ABAIXO ASSINADOS, para podermos fechar as brechas deixadas na lei para a roubalheira. Isso não é utopia, já existe na parte mais rica da Europa, nos EUA, Canadá, etc, e também na maioria de nossos vizinhos sul americanos. Desculpe a sinceridade, mas se o sr. não defender esses nossos direitos abertamente, não merece ser eleito nem a síndico do prédio em que mora!

  26. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome