Temer recebe benção de Malafaia no Jaburu

Jornal GGN – Michel Temer, vice-presidente da República, recebeu o pastor Silas Malafaia na manhã de hoje (27) no Palácio do Jaburu. Malafaia é um forte crítico do governo Dilma Rousseff e líder do Ministério Vitória em Cristo, ligado à Assembleia de Deus. Segundo a Folha, o pastor rezou e desejou sorte para Temer, caso Dilma seja afastada do cargo.

Pastor Everaldo, ex-candidato presidencial, foi o responspavel pelo encontro, afimrando que Malafaia “desejou que Deus dê sabedoria ao vice-presidente para que ele dirija a nação para tirá-la do fundo do poço”. Everaldo também disse que Dilma deveria ter “bom senso” e renunciar antes da análise da admissibilidade do pedido de impeachment no Senado.

Da Folha

 
O vice-presidente Michel Temer abriu espaço em sua agenda na manha desta quarta-feira (27) para receber a bênção do pastor Silas Malafaia, crítico ferrenho do governo Dilma Rousseff e líder do Ministério Vitória em Cristo, ligado à Assembleia de Deus.

Em encontro rápido no Palácio do Jaburu, o pastor orou pelo peemedebista e desejou sorte caso a presidente seja afastada temporariamente do cargo e o vice-presidente assuma interinamente.

Conservador e contrário à ampliação dos direitos de homossexuais, Malafaia já atacou o ex-presidente Lula, dizendo que ele e o PT eram responsáveis pelo mensalão e pelo escândalo na Petrobras.

“Na oração, ele desejou que Deus dê sabedoria ao vice-presidente para que ele dirija a nação para tirá-la do fundo do poço”, relatou o ex-candidato presidencial Pastor Everaldo, responsável pelo encontro.

Para Everaldo, Dilma deveria “ter o mínimo de bom senso” e renunciar antes da análise no plenário do Senado Federal da admissibilidade do pedido de impeachment, marcada para 11 de maio.

“E eu discordo de proposta de antecipação de eleição presidencial. Isso seria um golpe e não é previsto na Constituição Federal”, disse.

Na terça-feira (26), Temer chamou de “golpe” a ideia, que tem sido defendida por ministros e petistas.

O tema chegou a ser até mesmo discutido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), que já defendeu a proposta.

O assunto deve ser tratado também nesta quarta-feira (27) entre Temer e Renan, que se reúnem na residência oficial do presidente do Senado Federal.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

20 comentários

  1. O brasileiro deve ter matado

    O brasileiro deve ter matado muito passarinho, desrespeitado pai e mãe e jogado pedra na cruz para aguentar tanta infâmia e hipocrisia. Ou como diz meu marido: Deus criou o mundo bonitinho e aí veio o capeta e criou o homem.

  2. O diabo e o drácula.

    Nossa!  SE juntaram no mesmo local o DIABO E O DRÁCULA???. Coisa boa não vai sobrar para os Brasileiros. O POVO Trabalhador pode esperar problemas.

  3. Mas temos milhões de

    Mas temos milhões de manipulados pela turma da “teologia da prosperidade”. Muitos de boa fé,  completamente dominados pelos líderes, doutrinadores espertos. Centenas, talvez milhares de seitas. Estão em todos os cantos, nas cidades grandes, médiad e pequenas, nos rincões mais afastados do Brasil. E com um  discurso  adequado ao nível de “fiéis” que conduzem. 

  4. Ladrões se entendem no mmento

    Ladrões se entendem no mmento de planejar e executar o roubo. depois, na partilha é que as coisas complicam. Malafaia e Temer é apenas reunião dequadrilha antes do delito.

  5. Coitado do Temer!  Benção de

    Coitado do Temer!  Benção de Malafaia é igual maldição de Deus. Não escapará do fogo eterno.

  6. cada mala
    com

    cada mala

    com suas

    faias…

    quando  o verdadeiro Deus se ausenta os

     apóstatas inventam seus deuses de barro, golens  impostores, mistificadores…… 

     

     

  7. Nada de estranho. . .

    Nada de estranho, só mesmo Malafaia poderia abençoar um governo de um hipócrita e traidor como o Temer. O que eu acho estranho é ele ainda não ter convidado o Bolsonaro para algum ministério.

  8. Temer recebe bênção de Malafaia no Jaburu

    Há algo mais medieval do que isso? Já vimos na história essa coisa de líderes políticos coligados com líderes religiosos! Pensei que já era passado, mas… Como vemos, o Brasil e suas instituições, as políticas e religiosas em destaque, ainda não conseguiram superar o medievalismo, o colonialismo, o coronelismo, a ditadura, o totalitarismo, o nazifascismo e o fundamentalismo religioso. Permanece a mesma estrutura opressora, basicamente ao estilo Fé e Império, ainda na sociedade brasileira atual, para nossa lástima, para nosso desespero, para nossa desgraça. Parece que precisaremos de outros quinhentos anos para entrarmos no mundo moderno, civilizado, republicano, livre, igualitário, fraterno, participativo da política, protagonista, democrático, cidadão. 

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome