Desinvestimentos da Petrobras ultrapassarão US$ 13 bi até 2016

Jornal GGN – A Petrobras aprovou o desinvestimento de US$ 13,7 bilhões entre 2015 e 2016. O número representa uma redução ainda maior do que era previsto. A princípio, o plano de negócios falava de US$ 5 a US$ 11 bilhões de desinvestimentos ao longo de cinco anos.

“Este plano faz parte do planejamento financeiro da Companhia que visa à redução da alavancagem, preservação do caixa e concentração nos investimentos prioritários, notadamente de produção de óleo e gás no Brasil em áreas de elevada produtividade e retorno”, afirmou a Petrobras em nota.

A redução nos investimentos vai atingir as áreas de Exploração & Produção, no Brasil e no exterior (-30%), Abastecimento (-30%) e Gás & Energia (-40%).

A empresa avisa, no entanto, que esse valor é “a melhor estimativa da Petrobras”, e que pode sofrer variações a depender da cotação do barril de petróleo tipo Brent, taxa de câmbio, crescimento econômico do Brasil e do mundo. “Alterações nessas variáveis podem fazer com que a Companhia modifique sua meta de desinvestimento”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Giro GGN Queimadas: Brasil ainda arde e Ibama manda recolher todos os agentes em campo

10 comentários

  1. Esse desinvestimento

    Esse desinvestimento significa o quê? Paralisar projetos e/ou a venda de ativos, tais como refinarias? Se for venda de ativos, seria uma forma de privatizar suas subsidiárias? Eu só queria entender…

  2. Tem que ter em conta que o

    Tem que ter em conta que o preço do barril despencou, mas toda decisão com impacto recessivo para a economia nacional deveria ser muito pensada antes de ser tomada.

  3. Vão enxugar ou mutilar a

    Vão enxugar ou mutilar a Petrobras? Vão deixá-la humilde e de visão curta, ou vão posicioná-la para uma nova arrancada de ousados e originais investimentos? É preciso chamar a atenção dos que estão decidindo neste momento sobre a Petrobras. Assim como os atos dos responsáveis de ontem estão agora sob o crivo de um tipo de inquisição, amanhã também os atos de hoje serão julgados. E bem pode ser que o juiz de amanhã não seja um representante das elites, mas sim do povo brasileiro. Portanto, cuidado.

  4. E a conta dos desmandos vai

    E a conta dos desmandos vai chegando…

    Vender ativos com o petróleo a US$ 50?

    Vai vender porque precisa, e precisa porque foi mal administrada e roubada com vontade.

    É inacreditável que, sob a “administração” petista, mesmo descobrindo o pré sal e fazendo uma capitaização de US$ 70 bi, Petrobrás precise fazer liquidação a preço de ocasião.

    A iniciativa privada transforma cerveja em ouro e o estatismo transforma petróleo, com reserva de mercado, em m…., 

    A conta petróleo continua negativa, a produção total  está praticamente estagnada, financeiramente está arrebentada mas o “fee de performance” foi regiamente distribuido.

    Onde está a pelegada? Algum indignado?

    Aí, espoliado do FGTS! Vão ter que vender ativos “nossos” no pior momento, se não, quebra!

    Maldito FHC!

  5. Aleluia, “demorô”

      Sustar investimentos ou posterga-los, visando a reduzir a alavancagem a niveis suportaveis a geração de caixa, desinvestir, concentrando os resultados e investimentos possiveis em areas de retorno e lucratividade mais imediata, já era o esperado, todas as petroleiras estão fazendo isto, e a PBR necessita ser agressiva nestas soluções.

       Faltou tornar claro, creio que nas futuras demonstrações financeiras tais tópicos serão explicitados, quais ativos serão desmobilizados, colocados a venda ou alienação produtiva, como determinadas refinarias, oleodutos, gasodutos, centros de distribuição e postos ( BR Distribuidora ), embarcações, poços de custo elevado e petroleo pesado.

        US$ 14 Bilhões de desenvestimento, pode representar uma desalavancagem imediata de até US$ 5,0 Bilhões, o que irá facilitar em  muito a renegociação dos papéis de divida da PBR, para juros mais compativeis e alongar o perfil desta divida.

  6. queria saber mais sobre os

    queria saber mais sobre os significado desse desinvestimento

    para a empresa e sua soberania….

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome