Petrobras confirma presidente e anuncia novos diretores

Jornal GGN – A Petrobras confirmou, em nota oficial, o nome de Aldemir Bendine, ex-Banco do Brasil, no cargo, em substituição a Maria das Graças Silva Foster.

A ex-presidente também está deixando o posto de conselheira da empresa, cargo que também fica para Bendine. Eleito pelo Conselho de Administração, ele fica pelo menos até a próxima Assembleia Geral de Acionistas.

Bendine já foi presidente e membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil. É graduado em Administração de Empresas pela PUC-Rio, com MBA em Finanças e em Formação Geral para Altos Executivos.

Também foi eleitos pelo Conselho, para o cargo de diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Ivan de Souza Monteiro, que já foi vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do Banco do Brasil e é graduado em Engenharia Eletrônica e Telecomunicações pela INATEL-MG, com MBA em Finanças e Gestão.

Os seguintes executivos também foram eleitos diretores interinos:

– A atual gerente executiva de Exploração e Produção Corporativa, Solange da Silva Guedes, como diretora de Exploração e Produção, em substituição a José Miranda Formigli Filho.

– O atual gerente executivo de Logística do Abastecimento, Jorge Celestino Ramos, como diretor de Abastecimento, em substituição ao diretor José Carlos Cosenza. Jorge Celestino.

– O atual gerente executivo de Gás e Energia Corporativo, Hugo Repsold Júnior, como diretor de Gás e Energia, em substituição a José Alcides Santoro Martins.

– O atual gerente executivo de Engenharia para Empreendimentos Submarinos, Roberto Moro, como diretor de Engenharia, Tecnologia e Materiais em substituição a José Antônio de Figueiredo.

“A Petrobras agradece à presidente e conselheira Graça Foster e aos diretores Almir Barbassa, José Formigli, José Cosenza, José Alcides Santoro e José Antônio de Figueiredo pela competência técnica, o profissionalismo e a dedicação no exercício desses cargos”, termina a nota.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

19 comentários

    • A miRdia tem dossiê de todo mundo!

      E se não tiver, chama o Carlinhos Cachoeira.

      Ou os aparelhados fernandistas da PF, MPE/F.

      ( até mesmo os federais estrangeiros ou da companhia)

      Acham processo até de juiz de paz!

      Mas uma coisa é certa: o acesso é instantâneo.

      Surpreende-me que vc se surpreenda!

  1. Bendine

    Não precisava entregar para os privatistas, mas pelo amor de Deus, entregar para o Bendine é a coisa mais maluca que tenho notícia. Nesse momento era preciso um cara de ponta para reestruturar a empresa e blindar contra especulações políticas. 

  2. Começou, vem aí mais um round!

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/02/1586176-ministerio-publico-investiga-bendine-novo-presidente-da-petrobras.shtml

    Ministério Público e PF investigarão empréstimo do BB a amiga de Bendine

     

    LEONARDO SOUZA
    DO RIO

     

    06/02/2015  13p2 – Atualizado às 17h07

     

    O nome escolhido pela presidente Dilma Rousseff para limpar a Petrobras, o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, é alvo de um procedimento de investigação da Procuradoria da República em São Paulo.

    O Ministério Público Federal informou na tarde desta sexta-feira (6) que pediu a instauração de inquérito policial para averiguar a concessão de empréstimo do BB à socialite Valdirene Marchiori. Val Marchiori, como a socialite é conhecida, é amiga de Bendine.

    Conforme a Folha revelou no ano passado, o BB driblou uma série de regrasinternas para conceder o financiamento de R$ 2,7 milhões para Marchiori, a partir de uma linha subsidiada pelo BNDES, com taxa de 4% de juros ao ano –abaixo da inflação.

    Marchiori tinha restrição de crédito por não ter pago empréstimo anterior ao BB e também por não apresentar capacidade financeira para obter o financiamento, segundo documentos internos do BB obtidos pela Folha.

    Segundo nota divulgada pelo MPF de São Paulo, a Justiça Federal comunicou ao Banco do Brasil nesta semana determinação para que forneça aos procuradores documentos referentes aos empréstimos concedidos à empresária desde 2009.

    Segundo a nota, em outubro do ano passado o MPF já havia feito o pedido, mas o banco alegou ser necessária uma ordem judicial de quebra de sigilo bancário dos envolvidos para atender à solicitação. “Acionado, o Judiciário afastou essa condição por se tratar de recursos públicos e deu prazo de cinco dias para que o BB disponibilize a documentação.”

    O MPF informou que aguarda o envio do material. “Com a instauração do inquérito, os procuradores requerem à Polícia Federal que aprofunde as investigações, com a coleta de outros elementos probatórios.”

    Val Marchiori, mais conhecida por sua participação no programa de TV “Mulheres Ricas”, esteve com Bendine em duas missões oficiais do banco, uma na Argentina e outra no Rio. Nas duas ocasiões, os dois ficaram hospedados nos mesmos hotéis: primeiro no Alvear, em Buenos Aires, e depois no Copacabana Palace, no Rio.

     Zanone Fraissat – 14.jun.12/Folhapress A socialite Val Marchiori, amiga de Aldemir Bendine, o novo presidente da Petrobras

    MOTORISTA

    O procedimento de investigação contra Bendine foi inicialmente instaurado pelo MPF a partir do depoimento do ex-motorista da Presidência da República Sebastião Ferreira da Silva. Ferreirinha, como é conhecido, dirigiu para a campanha de Lula em 2002 e depois foi contratado pelo escritório da Presidência em São Paulo, onde ficou por quatro anos.

    Em seguida, Ferreirinha passou a dirigir para Bendine, no BB, por quase seis anos.

    Ele disse ao Ministério Público que presenciou Bendine sair de um prédio comercial em São Paulo, ocupado por empresas ligadas ao grupo da TV Record, com uma sacola repleta de maços de notas de R$ 100.
    Também contou que recebeu ordens para fazer diversos pagamentos com altas quantias em dinheiro vivo, sempre entregues a ele dentro do BB, pelo próprio Bendine. O executivo nega as acusações.

    Conforme a Folha revelou no ano passado, Bendine foi autuado pela Receita Federal por não comprovar a origem de aproximadamente R$ 280 mil de seu patrimônio informados em sua declaração do Imposto de Renda.

    Ele entrou no radar da Receita em 2010, após comprar no interior paulista um apartamento avaliado em R$ 200 mil, pago em dinheiro vivo. Para se livrar da fiscalização do fisco e de futuros questionamentos, pagou o auto sem qualquer questionamento. Como pagou à vista, teve um desconto, tendo desembolsado ao final R$ 122 mil.

    SOCIALITE

    Em entrevista à Folha, Ferreirinha disse que buscava Marchiori em diversos locais de São Paulo a pedido de Bendine. “Fui buscar muitas vezes a Val Marchiori”, disse ele.

    O executivo nega qualquer participação na concessão do empréstimo. Reconhece que ficou hospedado nos mesmos hotéis que Marchiori nas duas ocasiões, mas diz que a estadia dela não tinha relação com as missões do banco, que foram coincidências.

    A empresa pela qual Marchiori tomou o crédito, a Torke Empreendimentos, apresentou como comprovação de receita a pensão alimentícia de seus dois filhos menores de idade.A Torke não tinha experiência na área de transportes e a atuação da empresa até então estava relacionada à carreira de Marchiori na TV.

    Na condição de administradora com poderes plenos na empresa, Marchiori tinha dívidas antigas com o BB que representavam impedimento para o novo empréstimo. Por isso, foi feita uma “operação customizada”, ou seja, sob medida para Marchiori, para liberar os recursos.

    • De fato, isso mostra que  a

      De fato, isso mostra que  a direção do BB na era petista  trata todos, seja pobre ou seja rico, da mesma forma. Além disso, não se provou que esse usou recursos público do orçaomento do BB para isso, sendo mais provável, como ficou provado no caso Pizza, ser recurso que ainda não era público, não estava no orçamento

    • “alvo de um procedimento de

      “alvo de um procedimento de investigação da Procuradoria da República em São Paulo”:

      Ok, respondam em menos de 2 segundos:  a “Procuradoria da República em São Paulo” vale

      1–Mais

      2-Menos

      3-Tanto quanto

      o State Department da Florida?

      Seu tempo esta esgotando.  Respondam mais rapido.

  3.  
    Não tem mais apelação.
     
    A

     

    Não tem mais apelação.

     

    A DILMA VAI CAIR.

     

    Escrevam e me cobrem depois.

     

     

    • questão de virgulas

      Ibis (,) redibis (,) non morieris in bello.

      Dependendo da colocação da virgula ou da sua interpretação o oráculo sempre acertava!

    • Em 1/1/2019, com certeza!

      Embora o termo correto seja passar o cargo.

      Agora antes, eu gostaria de saber quando: amanhã, semana que vem, no terceiro trimestre, em 2017?

      Sem querer abusar também, me passa 6 dezenas aí por favor.

      Brigadu.

    • Nao, cobro agora, canalha: 

      Nao, cobro agora, canalha:  da pra ler a merda de item antes de cocomentar ou voce ta cansadinho?

  4. O nome desses diretores é

    O nome desses diretores é final ou estão assumindo apenas interinamente enquanto o jogo político vai determinar quem vai assumir de fato ? Pelo que vi dos nomes. são todos funcionários de carreira, a princípio sem ligação com partidos políticos.

  5. Pelo visto o nome do novo presidente…

    … da Petrosauro não foi bem assimilado nos corredores do The Globe Group, tampouco no The Leaf of Sao Paolo que já teve tempo de desenterrar uma fofoca de socialite, coisa de suma relevância… e como o “mercado” de ações também estrilou, significa que Dilma acertou a martelada no cravo!…

    O JN na sua edição de hoje passou a metade do tempo  detratando o “escândalo” misturando alhos à bugalhos, e afirma peremptoriamente que todas as falcatruas são “entre 2003 e 2013”, o que repetem a exaustão e “vai tudo pras burras do PT”, o que tbm repetem a exaustão… a paranoia golpista já está cegando esses vendilhões…

    Se der vou ver o William Fraack logo mais… vai ser um desbunde!…  

  6. qualquer um que assumir a


    qualquer um que assumir a petrobrás  tem de se blindar

    com uma fantástica farmacopeia anti-terror que sofrerá dos adversários da empresa.:

    uma delas é a blindagem contra acusações infundadas

    do conluio de interesses privatistas, contra  a petrobrás.

    há que tomar rmedeio contra ansia de vomito, acima de tudo,

    pra aguentar os golpes dessa canalha golpista.

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome