Agência de classificação pode intervir nos emergentes

Jornal GGN – A agência de classificação de crédito Fitch demonstrou surpresa com a severidade da turbulência em mercados emergentes – o que poderá forçá-la a alterar as perspectivas de rating de alguns países.

A afirmação foi do diretor de ratings soberanos Michele Napolitano. Segundo ele, já na próxima rodada de projeções, em março, haverá algumas mudanças frente ao que classificou como “atual desordem” nos mercados em desenvolvimento, comentou durante uma conferência em que participa, em Lisboa, Portugal.

Napolitano também comentou que a pressão sobre os soberanos da zona do euro diminuiu, apontando a mudança para superávits em conta corrente de alguns países periféricos como uma espécie de divisor de águas bastante significativo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome