Banco Central mantém Selic em 6,5% ao ano

Esta foi a primeira reunião do Copom sob o comando de Roberto Campos Neto. A decisão era esperada pelo mercado.

Jornal GGN – O Banco Central (BC) não alterou os juros básicos da economia. O Copom (Comitê de Política Monetária) manteve a Selic em 6,5% ao ano. Esta foi a primeira reunião do Copom sob o comando de Roberto Campos Neto. A decisão era esperada pelo mercado.

A Selic continua no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, que começou em 1986. De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Em outubro de 2016, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em março de 2018.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Depreciação da Moeda Nacional e Risco de Dolarização, por Fernando Nogueira da Costa

4 comentários

  1. A evolução da taxa SELIC foi mantida até o momento que interessou aos golpistas iniciar o processo de desestabilização economico-financeira do governo Dilma Roussef. Logo após o golpe, as taxas voltaram aos níveis anteriores… Evidências mais que eloquentes da participação do COPOM na realização do golpe !!! Deve-se agradecer a participação do Joaquim Levy, ministro da Economia em 2015, que foi agora premiado para ser presidente do BNDES,um grande banco estatal, pela sua atuação na geração do caos economico instalado propositadamente, no governo Dilma, durante sua gestão à frente da Economia.

  2. E naquela época chamaram a Dilma de todos os nomes pela baixa da selic… Vai demorar até acarmos com resquicios do patriarcado.

  3. Quanto maior a incerteza, maior pressão sobre os mercados. A péssima administração do Governo Dilma Rousseff que à fez cair no caos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome