Copom mantém Selic em 6,5% ao ano

Jornal GGN – O Copom (Comitê de Política Monetária), por unanimidade, manteve a taxa Selic em 6,5% ao ano. A última reunião do ano sacramentou a expectativa dos analistas financeiros. Assim, pela sexta vez seguida, o Banco Central não alterou os juros básicos da economia.

A Selic continua no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, que começa em 1986. Desde outubro de 2016, a autoridade monetária voltou a reduzir os juros básicos da economia até a marca de 6,5%, em março deste ano. E tem se mantido assim. A taxa chegou a 14,25% ao ano em julho de 2015.

O Copom informou que aumentou o risco de a ociosidade da economia brasileira manter a inflação em níveis baixos e diminuiu o risco de não aprovação de reformas estruturais. Na nota, a autoridade diz que o cenário internacional continua desafiador para os países emergentes, com a possibilidade de alta de juros em países avançados e de agravamento de tensões comerciais.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumula 4,05% nos 12 meses terminados em novembro, abaixo do centro da meta de inflação, que é de 4,5%.

Com Agência Brasil

1 comentário

  1. a quadrilha do sistema financeiro…

    … que financiou o golpe, toma dinheiro “emprestado” do tesouro, com essa taxinha camarada. E depois empresta para o povo que está com a corda no pescoço, pela maravilhosa taxade 406% a.a.

    … e a coisa vai….

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome