2019 vai passar para a história como o marco zero da destruição do País, diz Kotscho

"Com Bolsonaro, o baixo clero e as milícias chegaram ao poder com um único objetivo: detonar todas as conquistas civilizatórias das últimas três décadas", afirma o jornalista

Foto: Divulgação/PR

Jornal GGN – O ano de 2019″, um ano para esquecer, já está quase acabando, e “vai passar para a história como o marco zero da destruição do país prometida pelo capitão-presidente, para então dar início à nova era.” É o que afirma o jornalista Ricardo Kotscho em seu blog, o Balaio do Kotscho, nesta segunda (25).

O jornalista lembrou que com Jair Bolsonaro no poder, “o baixo clero e as milícias chegaram ao poder com um único objetivo: detonar todas as conquistas civilizatórias das últimas três décadas e levar o país de volta aos gloriosos tempos de 1964.”

“Nos principais fóruns mundiais, o Brasil virou um pária, não apita mais nada, é motivo de deboche e preocupação.”

Bolsonaro governa para seus seguidores e não pensa duas vezes antes de reagir com violência a quem se posicionar em sentido contrário. Ameaça por nas ruas a mais dura campanha de repressão se o Brasil ousar reproduzir os protestos de massa que ocorreram no Chile, neste ano.

Na coluna, Kotscho frisou a guerra entre os Bolsonaro e o governador Wilson Witzel, que disputa o eleitorado inclinado à violência do Estado como resposta para os problemas sociais. Witzel, que não gosta de ser chamado de genocída, mandou a PM impedir que a festa do Flamengo chegasse à estatua de Zumbi.

“Se agem assim contra as famílias que inundaram o centro do Rio, com um mar de bandeiras e camisas rubro-negras, cantando o hino do clube, pode-se imaginar o que farão, se e quando o povo for às ruas para protestar contra este desgoverno que encolheu o país e está rifando a soberania e o patrimônio nacionais”, finalizou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: SP registra segundo maior número de casos por dia e permite abertura do comércio por 6 horas

4 comentários

  1. “…2019 vai passar para a história como o marco zero da destruição do País…” AMÉM. O fim de 9 décadas de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista. Novamente um Paulista no Poder. Coincidência? Destruirá o Estado formado pela engenhosidade de Vargas, Prestes e Dutra. Fascismo, Stalinismo e Nazismo no alicerce destas décadas todas. O resultado não é preciso desenhar. Basta abrir a janela da sua casa e constatar. Ou os anos de ser Brasileiro já ensinaram. A Liberdade finalmente abre as asas sobre Nós.

    11
  2. “PÃO E CIRCO”
    Mais que nunca a máxima do satírico Juvenal, esta em alta sobre os brasileiros.
    Enquanto a população entra em transe com os acontecimentos futebolísticos, e Shows de todas categorias.
    O governo executa seu plano diabólico, achatamento dos salários dos trabalhadores e aposentados com novas leis que retira grande parte dos direitos fundamentais, ao mesmo tempo que dissemina uma filosofia de vida que os faz acreditar que é melhor viver com menor salário do que nenhum, ameaçando com desemprego, além de transformar 40% dos empregos em trabalhos informais que elimina direitos trabalhistas. Em outra frente, Trabalha para que os cidadãos aos pouco vão esquecendo seus direitos, induzidos por conceitos religiosos que muitas e muitas seitas pregam: humildade, resignação, subordinação, e gratidão ao patrão, fazendo-os acreditar que o empresário deve ser cada vez mais rico, para que nunca falte o pagamento básico para sua alimentação e um vestuário muito simples deixando-os tão alienados que não perceberão que tem direito a férias, décimo terceiro, auxilio a insalubridade, saúde, aviso prévio e muitos outros direitos que já tinham, a bem pouco tempo atrás. O Brasil está voltando ao tempo da colonização em que trabalhadores europeus e de outros paises vinham já contratados pelos patrões milionários que já os exploravam anteriormente e mesmo assim eles os tinham como se fosse um Deus. Não tinham outo meio de sobrevivência.
    Todas lutas e conquistas feitas por milhares de trabalhadores em grandes greves e enórmes movimentos, estão indo por ladeira abaixo nos últimos três anos.
    E o que foi feito para conter essa catástrofe? Qual o movimento de real importância foi feito? Vejo os partidos de esquerda apáticos e sem imaginação para uma luta contra a tirania do governo, que possamos falar digna de elogios. Só ficam em constante luta pessoal para serem o protagonista da esquerda, vejo noticias de reuniões e convenções, mas não vejo o resultado de um plano bem elaborado, ou pelo menos não apresentam, para arregimentar adeptos nas periferias e comunidades onde está o grosso da população que pode virar o jogo em qualquer eleição ou e mesmo um levante contra a tirania. Não é que eu acho, É um puta erro e uma covardia deixar a tarefa de convencimento da população para luta a apenas um Homem, Luís Inácio Lula da Silva, Tenho uma admiração imensa por ele mas tudo tem limite, provavelmente ele ainda tenha saúde para mais um mandato presidencial, mas nota-se por declaração dele mesmo que se tivesse outra opção abriria mão da candidatura, e notem que após discursos longos ele esta muito cansado, ele deve percorrer o Brasil em caravanas, mas com muita calma e sabedoria para não ter uma estafa, não deixa de ser um sacrifício, normal para sua idade. Um partido com mais de dois milhões de associados como o PT não consegue colocar o bloco na rua para arregimentar, explicar e fazer a população entender que estão sendo enganados e manipulados? Não percebem que apenas ficar postando na internet e blogs de esquerda não resolve? porque eles tem milhares de pessoas trabalhando com isso a favor do Cascudo.
    A esquerda tem duas opção: Ou tiram a bunda das cadeiras dos gabinetes e partem para as ruas, periferias, e comunidades divulgar, orientar, explicar que estão sendo escravizados e ensinar política para o povão,
    Ou então, utilizar a política natural de todos políticos se juntar momentaneamente a Rede Globo com um contrato de não agressão, para conseguir divulgar seus planos e projetos para o futuro da nação. É uma saída política depois resolvemos as diferenças.

  3. Nos anos Lula e Dilma cansei de ouvir que Deus era Brasileiro. Hoje, está aí pra todo mundo ver, Deus foi expulso e satanás está em seu lugar. Pobre povo brasileiro.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome