Ainda sem data, Saúde promete vacinação simultânea em todo o País

Ministério afirma que campanha deve começar "tão logo os imunizantes recebam autorização da Anvisa para uso emergencial ou o registro definitivo"

Jornal GGN – O Ministério da Saúde divulgou uma nota neste sábado (9) afirmando que “brasileiros de todo o país receberão a vacina [contra a Covid-19] simultaneamente, dentro da logística integrada e tripartite, feita pelo Ministério da Saúde e as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.”

A mensagem veio a público um dia após o governo de São Paulo afirmar categoricamente que não vai adiar o início da vacinação prevista para começar no Estado em 25 de janeiro, por causa de eventual atraso do plano nacional de imunização do Ministério da Saúde.

O governo paulista admite, contudo, a possibilidade de antecipar o início para o dia 20, mas a Pasta ainda não confirmou se esta será a data do início da imunização em nível nacional.

Segundo a nota, a campanha de vacinação no Brasil todo pode começar “tão logo os imunizantes recebam autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) – para uso emergencial ou o registro definitivo”.

Na sexta (8), o Instituto Butantan e a Fiocruz apresentaram pedido de uso emergencial das vacinas da Sinovac e Astrazeneca, respectivamente.

Na nota, o Ministério da Saúde ainda informou que comprou 100 milhões de doses da Coronavac do Butantan.

Leia mais:

SP descarta adiar início da vacinação por eventual atraso do Ministério da Saúde

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. No ultimo artigo do Tijolaço o Fernando Brito diz que isso acaba com o Plano São Paulo do Dória, que o que houve foi uma espécie de confisco. O UOL tentou apurar se essa informação inviabiliza a vacinação em SP, mas não conseguiu resposta.

    São Paulo foi vítima de um golpe, uma pressão insuportável?

    Até onde pude entender, as vacinas do Plano SP não foram afetadas, mas não é que entende o Brito.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome