Alexandre de Moraes é novo relator das acusações de Moro contra Bolsonaro

Desafeto do presidente da República, Moraes também cuida de outros dois inquéritos que atingem Bolsonaro: um sobre atos antidemocráticos e outro sobre o gabinete do ódio

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O ministro Alexandre de Moraes foi sorteado o novo relator do inquérito que apura as acusações de Sergio Moro contra Jair Bolsonaro. Ao pular do barco em abril, Moro denunciou à imprensa a intenção do presidente em interferir na Polícia Federal. O caso estava nas mãos do decano Celso de Mello, que se aposentou do Supremo Tribunal Federal no dia 13 de outubro.

Folha de S. Paulo lembrou que Moraes é desafeto de Bolsonaro, que “já fez críticas públicas” quando o ministro “anulou, em decisão individual, a posse de Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal após a saída de Moro.”

Moraes agora é relator de três inquéritos com potencial de atingir a figura de Bolsonaro. Além da interferência na PF em benefício próprio, há uma investigação sobre o financiamento de atos antidemocráticos e outro sobre a rede digital de fake news e discurso de ódio contra ministros do STF – que pretende chegar ao chamado gabinete do ódio.

Com o sorteio e redistribuição do inquérito para Moraes, o próximo ministro do STF, que deve ser Kassio Nunes Marques, não ficará com a relatoria de um caso sobre Bolsonaro, que o indicou para a vaga de Celso de Mello.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome