MPL apoia novos atos na periferia e pede desmilitarização da polícia

Jornal GGN – Depois de declarar que não convocaria novos protestos em seguida à suspensão do aumento das terifas de ônibus em São Paulo para R$3,20, o Movimento Passe Livre São Paulo (MPL-SP) declarou apoio a uma manifestação na próxima terça-feira (25) organizada pelos movimentos Periferia Ativa “Comunidade em Luta” e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Em sua página www.saopaulo.mpl.org.br e na página do Facebook, o MPL pede a seus apoiadores que confirmem sua presença nos protestos. A nova pauta de reivindicações inclui desmilitarização da polícia, investimentos na saúde e educação, controle no valor dos alugueis, redução do custo de vida, além da tarifa zero para o transporte público. Os protestos estão previstos para as 7h nos três pontos de concentração: Metrô Capão Redondo, Estação Guaianazes da CPTM e Largo do Campo Limpo.

Atividades neste domingo

Na tarde deste domingo (23) o MPL realizou três reuniões públicas em diversos pontos da cidade para esclarecer aos interessados o que é o grupo, e reforçar a coleta de assinaturas para um projeto de lei que prevê a implantação do transporte gratuito em São Paulo. O texto precisa ter o apoio de pelo menos 5% do eleitorado da cidade antes de ser apresentado na Câmara de Vereadores, aproximadamente 430 mil assinaturas.

Os encontros ocorreram na Vila Madalena (zona oeste), no Tatuapé (zona leste) e em Santo Amaro (zona sul). A imprensa não foi autorizada a registrar as reuniões.

Leia abaixo a mensagem divulgada na página do movimento:

“Se antes diziam que baixar a passagem era impossível, a luta do povo provou que não é. Já derrubamos os 20 centavos. Podemos conquistar muito mais. O transporte só vai ser público de verdade quando não tivermos que pagar nenhuma tarifa para usá-lo.

Seguimos na luta pela retomada da cidade e de nossas vidas. Nessa terça, 25/6, o Movimento Passe Livre – São Paulo se soma a mobilização dos parceiros do Periferia Ativa “Comunidade em Luta” e do Mtst Trabalhadores Sem Teto.

Defendemos:

– Não à violência policial. Desmilitarização da Polícia!

– Saúde e Educação “Padrão FIFA”. Nada de dinheiro para a Copa!

– Controle sobre o valor dos aluguéis. Contra as remoções!

– Tarifa Zero para o transporte público!

– Pela Redução do Custo de Vida!

A LUTA NÃO PARA!

POR UMA VIDA SEM CATRACAS!”

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Márcio Vieira

- 2013-06-24 14:28:06

Tarifa zero e polícia desmilitarizada

O que eles querem é sopa de minhoca com quiabo escorreguento: Não precisa mastigar nem engolir. É mole!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador