Bolsonaro coloca em xeque a indicação de Mendonça para o STF

Senador Davi Alcolumbre irá engavetar a indicação, em resposta à crise entre os poderes agravada ontem, após Bolsonaro apresentar um pedido de impeachment contra Moraes

Agência Brasil

Jornal GGN –  A indicação de André Mendonça para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) não deve prosperar. O presidente da Constituição e Justiça (CCJ), senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), decidiu nesta sexta-feira, 21, que não irá pautar o caso.

APOIE O JORNALISMO CRÍTICO E INDEPENDENTE. ASSINE O GGN AQUI

Mendonça foi o nome “terrivelmente evangélico” indicado por Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir a cadeira deixada por Marco Aurélio de Mello, mas os ataques do mandatário dirigidos a Suprema Corte devem colocar seus próprios planos em xeque. 

A ação de Alcolumbre seria uma resposta a crise entre os poderes agravada ontem, após Bolsonaro apresentar um pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes

Segundo o Painel, da Folha de S. Paulo, a ideia do senador ainda seria emplacar o nome do procurador-geral da República, Augusto Aras, para assumir a vaga. 

0 Comentário

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador