CartaCapital (18 anos): Cenários 2030

Caros geonautas,

Passei boa parte do dia lendo (devorando-a antropofagicamente) a edição especial de 18 anos da CartaCapital, com cenários para os próximos 18 (2030). O que recomendo a quem não assina a revista, comprar, pois vale a pena. Achei muito boas as análises, certemente um pouco otimista, e 2030 é ali. Estou mais cético, talvez 2050.

Em 2009 escrevi um texto contando as expectativas de famílias e amigos, e ano passado escrevi sobre o assunto, duas vezes, em Agosto e em Novembro, hoje sou um pouco mais cético, está acontecendo em passos lentos, lentíssimos, como mostra os dados apresentados, pelo IBGE, nos seminários e Foruns do Brasilianas, para usar a expressão de longa data do jornalista Mino Carta, distribuição em “migalhas de pão”:

1-Dobrando à aposta de JK (50 anos em 5): Desenvolver 100 anos numa geração (Postado por Oswaldo Conti-Bosso em 16 agosto 2009 às 14:30)

2- Brasil, a sociedade afluente? (31-08-2011, post do Nassif, 30-08-11: País carece de amplo projeto de desenvolvimento

Lula na crista da onda

(…) “para lembrar outra frase do Prof. Antônio Cândido sobre Oswald de Andrade, que foi vetado pela elite acadêmica paulista de São Paulo por duas vezes, como professor na Filosofia-USP e Letras-USP, disse o Prof. Antônio Cândido, “Ele vale mil escolas”, diria que Lula é dessa linhagem, vale milhares de políticos e acadêmicos,…

3-Brasil, a sociedade afluente dos trópicos: Desenvolver um século numa geração?

(20-11-2011)

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  EUA receberão informações sigilosas da Petrobras graças à Lava Jato

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome