Conselho de Segurança da ONU discute invasão militar da Rússia

Reunião de emergência será realizada em Nova York neste domingo; Rússia barrou resolução que condenava conflito com Ucrânia na sexta-feira

Conselho de Segurança da ONU sofre pressão de países como o Brasil para uma reforma que aumente a quantidade de assentos permanentes. Foto: UN Photo/Mark Garten

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) vai realizar uma reunião de emergência neste domingo (27/02) para votar uma resolução sobre a invasão militar da Rússia sobre a Ucrânia.

A reunião será realizada em Nova York, às 15 horas (horário local, 17h no horário de Brasília), e tem como objetivo tentar uma sessão de emergência na Assembleia Geral da ONU sobre a situação.

O órgão chegou a se reunir na última sexta-feira, mas a resolução que condenava a invasão foi vetada justamente pela Rússia, um dos cinco países-membros com poder de veto.

Por conta do agravamento do confronto na Ucrânia, o secretário-geral da ONU António Guterres cancelou a viagem que tinha programado para Genebra, onde participaria da abertura da sessão do Conselho de Direitos Humanos.

Enquanto isso, o Escritório da ONU para Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, divulgou um balanço sobre a escalada da violência: pelo menos 64 civis foram mortos e quase 180 ficaram feridos, enquanto a Agência da ONU para Refugiados, Acnur, relatou que pelo menos 368 mil ucranianos já tinham cruzado as fronteiras com países vizinhos até a manhã deste domingo.

Leia Também

Um roteiro para entender melhor a guerra Rússia-Ucrânia

Países impõem novas sanções contra a Rússia

Bancos da Rússia não poderão acessar sistema de pagamentos global

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Levei um baita susto!
    Embora não esteja de todo incorreto, ficaria melhor um “…invasão pela Rússia”
    Distraído, entendi que a ONU discutiria entre seus membros a invasão da Rússia!
    Ufa!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador