A hora e a vez de Lula

Com o acirramento da disputa eleitoral na corrida presidencial de 2010, demonstrada pelas últimas pesquisas eleitorais, o principal ator do espetáculo agora tem que entrar em cena.

Dada a incerteza das pesquisas, que erraram grosseiramente, o momento requer que o presidente mais bem avaliado da história da democracia recente do país, se engaje mais intensamente no processo e faça valer seu capital político, para permitir que este projeto aprovado pela população continue, agora na figura de Dilma Roussef.

Entendo ser primordial o licenciamento de Lula do cargo da presidência da República. Preso à agenda institucional e agora boicotado pela imprensa, não conseguirá transmitir sua popularidade.

Parece que a outra peça chave destas eleições, Marina Silva (petista histórica) tenderá à neutralidade, o que trará benefícios para a campanha de Serra. Ou seja, Marina estará optando pela velha oligarquia do centro-oeste. Que fique com Katia Abreu e Marconi Pirillo.

Mas, Lula tem o carisma, a coerência e a biografia para avalizar sua candidata e “sozinho”, contra tudo e contra todos, eleger Dilma a primeira Presidenta do Brasil.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A PF de pior a pior. Conversa inútil com um delegado federal, por Armando Coelho Neto

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome