Globo e você: quase a nada a ver(?) A resposta da audiência carioca

O poder do controle remoto e a resistência à desinformação Global andam juntas?
Afirmar que escolha política e audiência da TV possam estar interligadas em causa e efeito, é algo muito complexo para a simples construção de uma frase de efeito…Deixemos para a mídia conservadora o ofício que executam com devoção e parcialidades “comoventes”.
Mas é possível observar movimentos claros de resistência ao discurso midiático por parte da audiência.  O poder do controle remoto está se revelando uma censura às manobras editoriais da Globo ou uma perda de identidade e de valores assimilados, por parte da audiência? Globo e você: quase a nada a ver?

No último domingo, dia cinco de setembro, aconteceu no Rio de Janeiro um fato histórico na disputa pela audiência: A Record venceu a Globo, segundo dados prévios do Ibope* (ilustração abaixo) no horário das 7h às 0h.  Algo que, na história recente da televisão desse país não havia ocorrido na segunda maior cidade brasileira: a Globo nunca perdera “em casa”, confiram os dados abaixo:

Antes, em agosto, a Globo já havia sido derrotada pela mesma Record na cidade de Belém do Pará, uma metrópole regional, confira abaixo os números do Ibope:
A derrota da Globo e de seu monopólio do entretenimento não se configura, necessariamente, em uma torcida pela principal emissora concorrente, nem se deve crer em uma disputa partidarizada distinta de ambas na busca por audiência, ou na tentativa de influir nas decisões nacionais e regionais com apostas diferentes.
A observação do fenômeno expressa, em um primeiro momento, a possibilidade de coexistirem pontos de vistas distintos, opções diferentes, diversidade, ao menos na escolha e tudo isso possa ser amplificado na afinidade do pensamento político e escolhas eleitorais diversas ao alcance das pessoas na programação vigente.
Leia a íntegra aqui>>>

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador