Em nota, Dilma nega intenção de promover reforma ministerial

Da Agência Brasil

Dilma nega reforma ministerial

06/07/2013 – 15h46

Karine Melo
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff negou neste sábado (6) a intenção de fazer uma reforma ministerial. Em nota oficial, divulgada hoje, a presidenta reafirmou que espera dos ministros empenho nos cinco pactos firmados com governadores e prefeitos.

“O que espero de meus ministros é empenho nos cinco pactos firmados com os governadores e prefeitos de capital: responsabilidade fiscal para garantir a estabilidade da economia e o controle da inflação; reforma política com plebiscito; melhoria profunda nos serviços públicos de saúde; pacto nacional da mobilidade urbana que permita um salto de qualidade no transporte público; e destinação dos royalties do petróleo para educação.

Dilma destaca ainda que dos ministros quer “determinação para manter o Brasil no caminho do crescimento, da inclusão social, da geração de emprego e renda e da estabilidade econômica”.

Na manhã deste sábado a presidenta se reuniu com os ministros Aloizio Mercadante (Educação), José Eduardo Cardozo (Justiça), Fernando Pimentel (Indústria e Comércio) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) no Palácio da Alvorada. O assunto da reunião não foi divulgado.

Edição: Fábio Massalli

Do blog do Planalto

Em nota, Presidenta Dilma desmente mudanças em ministérios

A presidenta Dilma Rousseff negou a intenção de realizar mudanças nos ministérios. Em nota oficial, divulgada neste sábado (6), a Presidenta reafirmou que espera dos ministros empenho na realização dos cinco pactos firmados com governadores e prefeitos.

Leia também:  Jurista diz que Bolsonaro trilha caminho do "bolivarismo" e critica HC do Weintraub

Confira a íntegra da nota:

Não procedem as especulações de mudanças ministeriais. O que espero de meus ministros é empenho na realização dos cinco pactos firmados com os governadores e prefeitos de capital: responsabilidade fiscal para garantir a estabilidade da economia e o controle da inflação; reforma política com plebiscito;  melhoria profunda nos serviços públicos de saúde; pacto nacional da mobilidade urbana que permita um salto de qualidade no transporte público; e destinação dos royalties do petróleo para educação.

Dos meus ministros quero determinação para manter o Brasil no caminho do crescimento, da inclusão social, da geração de emprego e renda e da estabilidade econômica.

Continuaremos a governar o Brasil para todos, especialmente para os menos protegidos.

Dilma Rousseff

Presidenta da República Federativa do Brasil

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome