Em SP, Campos fala que tem disposição para ser candidato

Sugerido por Gunter Zibell – SP

Do Terra Magazine

Campos diz faltar “traquejo” a Dilma e mostra “disposição” para ser candidato em 2014

POR MARINA DIAS

Após uma maratona de dois dias de compromissos em São Paulo, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmou nesta terça-feira (27) ter “disposição” para ser candidato à Presidência da República em 2014. “O PSB sabe qual é o tamanho da minha disposição, tanto que me conduziu à presidência [do partido] por unanimidade duas vezes consecutivas. A confiança da base partidária eu sei que tem e ela sabe qual é a nossa disposição. Agora, tenho mais do que disposição, tenho responsabilidade”.

Campos participou da gravação do quadro “Dois Dedos de Prosa”, do Programa do Ratinho, no SBT, em que fez vários elogios ao ex-presidente Lula, seu padrinho político, e críticas duras à presidente Dilma Rousseff. “Falta traquejo político e diálogo [a Dilma], que é percebido claramente pelos prefeitos e governadores. Governar é gesto de humildade, de construir consenso”, declarou.

No entanto, sempre que questionado objetivamente sobre sua possível candidatura para o próximo ano, o governador prefere dizer que a decisão só será tomada no início do ano, mesmo apoiando a movimentação de sua base, que já o trata como pré-candidato.

“É natural que os partidos comecem esse debate e intensifiquem essa discussão na medida em que o calendário eleitoral se aproxima. E esse debate não é só o PSB que está fazendo, outros partidos também estão”, justificou Campos.

Leia também:  Distribuição de vacina contra Covid-19 contará com forças de segurança

Sem agenda de candidato

O governador pernambucano disse que a eleição “está zerada” e que “todos podem estar dentro” da corrida eleitoral do ano que vem quando Ratinho citou os nomes de Dilma, do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e da ex-senadora Marina Silva como possíveis pré-candidatos e perguntou a Campos quem poderia estar fora da disputa. Mas negou estar cumprindo agenda eleitoral.

“Não estou cumprindo agenda de pré-candidato. Os compromissos que cumpri em São Paulo estavam marcados há tempos”, afirmou após participar de encontro com empresários e do Salão Internacional de Avicultura, ambos na capital, e ainda de um encontro com representantes do setor portuário, em Santos, litoral paulista.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome