Informações e contradições americanas

Informações e contradições americanas

O governo americano, apanhado em fragrante de espionagem de milhões de cidadãos pelo planeta, nega e afirma que o que pratica o faz em nome da segurança de todos. 

O soldado Bradley Manning foi torturado, está preso e responde por fornecer informações ao inimigo. Quem é o inimigo? Os cidadãos que tomavam conhecimento que soldados assassinavam civis enquanto se divertiam tal como em um game? Os mesmos cidadãos que são espionados? Mais uma vez, quem é o inimigo?

Larry Page, CEO do Google, nega hoje que informações de sua empresa são usadas pelo governo americano, mas Eric Schmidt, presidente executivo do Google, é um dos convidados do 61º Encontro de Bilderberg que acontece até domingo na cidade de Hertfordshire, na Inglaterra. Falará sobre “big data” para uma platéia composta de nomes como Henry Kissinger, Gen. David Petraeous, ex-diretor da CIA, Richard N. Perle, ex-conselheiro da administração de Bush jr., entre outros importantes nomes da indústria de petróleo, comunicação etc. Em suma, a nata que deseja mandar em todo o planeta. Eu seria precipitado em estranhar tamanha aproximação entre quem tem os dados de cidadãos e os interesses de quem muito os desejam? 

Digam vocês, vigiados cidadãos.

Link da mensagem do Google

Página oficial dos Encontros de Bilderberg

Bilderberg pelo Globalresearch

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Boulos e Erundina pedem que militância intensifique campanha na reta final

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome