Lula participa de seminário sobre Educação em parceria com a ONU

A relatora da ONU para o Direito à Educação, Koumbou Boly Barry, afirmou ao convidar o ex-presidente que “a experiência do Brasil na educação interessa ao mundo”

Do Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa nesta quinta-feira (24), às 10h, na abertura do Webinário “Educação e as Sociedades Que Queremos”. O indiano ganhador do Prêmio Nobel da Paz Kailash Satyarthi também discursa na abertura do encontro virtual. Participam ainda o diretor geral da ICESCO, Salim M. Al Malik, e a secretária executiva da Parceria Global para a Educação, Alice Albright. O Instituto Lula é um dos organizadores.

A relatora da ONU para o Direito à Educação, Koumbou Boly Barry, afirmou ao convidar o ex-presidente que “a experiência do Brasil na educação interessa ao mundo”, e que Lula foi um presidente “que tanto colaborou e colabora para o progresso mundial, fortalecendo laços entre povos”. Sobre o evento, Boly afirma: “Como diz o ditado africano: ‘Se você quiser ir rápido, vá sozinho, e se quiser chegar com segurança, vá com as pessoas’. O contexto do mundo atual exige a mobilização de todos os tomadores de decisão, todas as competências dos vários locais nacionais, regionais e internacional para enfrentar os desafios educacionais e até existenciais da humanidade.”

O ex-ministro da Educação e conselheiro do Instituto Lula, Fernando Haddad, também participa do seminário. Haddad fala na mesa “Políticas e Mecanismos para garantir uma educação de qualidade, igualitária e inclusiva para todos” que reunirá ministros de sete países.

Este encontro faz parte da iniciativa “Sociedades que queremos”, coordenada pela Organização do Mundo Islâmico para Educação, Ciência e Cultura (ICESCO), com o objetivo de disseminar conhecimento e implementar programas inovadores para construir sociedades saudáveis, pacíficas, prósperas, inclusivas e resilientes a partir de uma necessidade que se acelerou com o advento da pandemia causada pelo novo Coronavírus. Entre os parceiros estão a relatoria especial da ONU para o Direito à Educação (ACNUDH), a Campanha Nacional pelo Direito à Educação e o Instituto Lula.

Leia também:  Pandemia pode empurrar mais 130 milhões de pessoas para a fome, alerta ONU

SERVIÇO:

Data: 24/09/2020

Horário: 10h

Local: https://www.facebook.com/ICESCO.Ar

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Não é até agora notícia na mídia hegemônica, que já está na campanha orquestrada para “apagar” Lula e, por tabela, atrapalhar o PT nas próximas eleições. Alguma dúvida?

  2. Lula me representa. Num pais tao complexo, com regioes bem diferenciadas em clima, soil, hidrografia, florestas, cultura e muito mais, governar nao e pra qualquer um. Vejam a merda que os militares fizeram durante a ditadura (Delfim – “Se 10% dos aposentados morrerem saimos do vermelho.”) As merdas do Sarney, Collor, FHC, Temer e agora bozo e os milicos e ineptos como salles, moro,e demais como damares (que nunca caiu da goiabeira) – pra mim psicotica.
    Pais esta perdido e ainda temos o Ciro a apoiar a privatizacao da agua, e a criar zona com suposta articulacao…Do ciro nao acredito em nada. Pra mim ele e um infiltrado a servico do tio sam…
    Brizola esta se revirando na tumba e Exu de Lei esta esperando os gomes pra eles dar contas da encarnacao perdida.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome