Militares dos EUA levaram coronavírus para a China?

Porta-voz da chancelaria chinesa faz o questionamento após diretor do centro de controle de doenças nos EUA admitir que militares mortos tinham COVID-19

© AP Photo / Andy Wong

Da Sputnik Brasil

Porta-voz da Chancelaria da China acredita que EUA podem ter levado o COVID-19 a Wuhan

O Exército dos EUA pode ter levado a nova doença do novo coronavírus (COVID-19) para a China, especificamente Wuhan, a cidade onde o vírus foi detectado pela 1ª vez, disse nesta quinta-feira (12) o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian.

A declaração foi uma resposta ao diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, Robert Redfield, que admitiu na quarta-feira (11) que alguns norte-americanos que aparentemente morreram de gripe foram posteriormente testados positivos para o COVID-19.

O CDC foi posto contra a parede. Quando o paciente zero começou nos EUA? Quantas pessoas estão infectadas? Quais são os nomes dos hospitais? Pode ter sido o Exército americano que levou a epidemia a Wuhan. Sejam transparentes! Tornem públicos seus dados! Os EUA nos devem uma explicação!

A doença por coronavírus foi detectada pela primeira vez em Wuhan, província de Hubei, no final de dezembro de 2019. A China tem a maioria dos casos confirmados – mais de 80,9 mil, incluindo mais de 3 mil mortes.

A partir de agora, o pico da epidemia na China terminou e o país não registrou novos casos em nenhuma cidade da província de Hubei, exceto Wuhan, desde a semana passada. No entanto, o surto está aumentando em outros países do mundo, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica o surto agora como uma pandemia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Impacto Econômico da Covid-19 e Medidas de Combate à Crise Econômica

10 comentários

  1. Se o fizeram, cuspiram para cima e o feitiço se voltou contra o feiticeiro.

    Carta aos Mortos
    (Affonso Ramano de Sant’Anna)

    Amigos, nada mudou em essência.
    Os salários mal dão para os gastos,
    as guerras não terminaram
    e há vírus novos e terríveis,
    embora o avanço da medicina.

    Volta e meia um vizinho
    tomba morto por questão de amor.
    Há filmes interessantes, é verdade,
    e como sempre, mulheres portentosas
    nos seduzem com suas bocas e pernas,
    mas em matéria de amor
    não inventamos nenhuma posição nova.
    Alguns cosmonautas ficam no espaço
    seis meses ou mais, testando a engrenagem
    e a solidão.
    Em cada olimpíada há récordes previstos
    e nos países, avanços e recuos sociais.
    Mas nenhum pássaro mudou seu canto
    com a modernidade.

    Reencenamos as mesmas tragédias gregas,
    relemos o Quixote, e a primavera
    chega pontualmente cada ano.
    Alguns hábitos, rios e florestas
    se perderam.
    Ninguém mais coloca cadeiras na calçada
    ou toma a fresca da tarde,
    mas temos máquinas velocíssimas
    que nos dispensam de pensar.

    Sobre o desaparecimento dos dinossauros
    e a formação das galáxias
    não avançamos nada.
    Roupas vão e voltam com as modas.
    Governos fortes caem, outros se levantam,
    países se dividem
    e as formigas e abelhas continuam
    fiéis ao seu trabalho.

    Nada mudou em essência.
    Cantamos parabéns nas festas,
    discutimos futebol na esquina
    morremos em estúpidos desastres
    e volta e meia
    um de nós olha o céu quando estrelado
    com o mesmo pasmo das cavernas.
    E cada geração , insolente,
    continua a achar
    que vive no ápice da história

    Enquanto isso, o pobre Poeta MB, toca um Tanto Argentino em Pneumotórax:

    Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos.
    A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
    Tosse, tosse, tosse.

    Mandou chamar o médico:
    — Diga trinta e três.
    — Trinta e três . . . trinta e três . . . trinta e três . . .
    — Respire.
    ………………………………………………………………………………………
    — O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
    — Então, Doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
    — Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.

    Don’t cry for me, Argentina

  2. A diplomacia chinesa moderna, costuma ser ciosa e mesmo silenciosa com relação a suas ideias internas. Para chegar a este ponto de extravasar a opinião oficial, é sinal de que a suspeição é mais delicada. Os chineses até agora estão dando provas metodológicas de controle médico. Trump é um bravateiro, sendo exposto pela realidade em sensível período eleitoral. Conforme os acontecimentos epidemiológicos nos EUA, tanto sua carreira política, quanto a economia e o sistema de saúde pública poderão sofrer baques difíceis de serem recuperados. Os EUA são o 8º país em número de casos no mundo, por exemplo com mais de 40% que o Japão e a medida de fechar as fronteiras à Europa é mais mkt que clínica. já que o número de casos mostra que a coisa estava avançada por lá. O problema futuro é que a sua voracidade e agressividade sobre as propriedades e recursos dos demais países, se torne bastante piorada.

  3. O Pepe Escobar já tinha levantado essa hipótese, colocando três aspectos relevantes:

    – O Covid 19 apareceu em Wuhan, depois da realização dos World Military Games realizados naquela cidade em outubro, dos quais participaram 300 militares dos EUA;
    – Há cinco variações genéticas do vírus: a, b, c, d, e. A variação encontrada na China é a ‘c’, sem histórico das anteriores na região;
    – Os países mais afetados são a China, o Irã – inclusive a alta cúpula de Khamenei está contaminada – e Itália. Esta última, segundo o jornalista e suas fontes, estaria sofrendo uma represália bioterrorista por conta de sua adesão às Novas Rotas da Seda.

    Há muitos outros indícios. Teoria da conspiração ou Guerra Híbrida? Uma coisa é indiscutível: Não se pode menosprezar a insanidade dos falcões do Deep State.

  4. Faltou uma informação essencial que consta na matéria em inglês, mas não foi dada na matéria em português. Wuhan foi palco, em outubro, dos Jogos Militares Mundiais, que contaram com a participação da delegação americana. Esse dado tem sido sonegado em todas as matérias da grande mídia ocidental. Os jogos foram em outubro e a pandemia explodiu em dezembro. Coincidência estranha

  5. A gripe espanhola eclodiu na Espanha, no pós-segunda guerra mundial. Mas, teve sua origem nos chiqueiros de porcos nos EUA e espalhada pelos soldados americanos na Europa e no mundo todo. Seriam os americanos novamente os responsáveis pela disseminação do COVID-19, repetindo a história da gripe espanhola??? No caso da gripe espanhola, não divulgaram para proteger seus interesses políticos e econômicos. Agora, seriam os mesmos motivos…

  6. Minhas desculpas, mas não entendo como militares americanos foram parar na China para contaminar os respeitáveis chineses. Quando foi isso? A julgar pelo poder infectante do COVID-19 (COrona VIrus Disease-19), não faz muito tempo. Creio que os chineses são mais pragmáticos que os americanos. A acusação pode não ser totalmente infundada. Algo que não se conhecia e que pode emergir agora? Seja o que for, não é hora de acusações. Cooperação. Científica, sanitária, técnica. A OMS tem um papel fundamental na coordenação de atitudes para impedir a disseminação do COVID-19. Mas eu, vejo o COVID-19 como uma estrutura molecular sensacional. De maneira geral, todos os vírus são respeitáveis porque atravessam a membrana de células específicas de eucariotos, as colonizam porque se inserem em seus genomas e produzem efeitos variados. Os vírus de eucariotos serão uma ferramenta de construção de novos eucariotos. Os fagos, vírus de procariotos (fago lambda), têm seus efeitos. Que são usados extensivamente. Dificilmente você compra qualquer coisa no supermercado que de alguma forma não esteja relacionada à manipulação do fago lambda. No estágio atual do conhecimento científico, sugiro aos infectados pelo COVID-19, esperança e ódio. Dois sentimentos que movem montanhas e que podem fazer diferença na forma de enfrentar os picaretas que ora nos governam. Na demografia, a morte pode ser um processo programado.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome