“Ninguém e nada interferirá na Justiça Eleitoral”, declara Fachin

Em resposta a Bolsonaro, decano afirmou que “quem trata das eleições são as  forças desarmadas"

Ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Foto: Reprodução

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, respondeu nesta quinta-feira (12) às ofensivas de Jair Bolsonaro (PL) contra o processo eleitoral. De forma direta sobre os últimos episódios envolvendo os militares, braço da gestão atual, o decano afirmou que “quem trata das eleições são as  forças desarmadas”.

“Quem trata de eleição são forças desarmadas e, portanto, dizem respeito à população civil, que de maneira livre e consciente escolhe seus representantes. Logo, diálogo sim, colaboração sim, mas a palavra final é da Justiça Eleitoral”, afirmou o ministro.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

As declarações foram dadas durante uma visita de Fachin à uma sala do tribunal onde estão sendo feitos testes de segurança nas urnas eletrônicas.

“A Justiça Eleitoral está aberta a ouvir, mas jamais está aberta a se dobrar a quem quer que seja tomar as rédeas do processo eleitoral”, disse. 

“País e sociedade agradecem. Vamos ter, dia 2 de outubro, o Brasil terá: eleições limpas, seguras, com paz e segurança. Ninguém e nada interferirá na Justiça Eleitoral. Não admitimos qualquer circunstância que impeça o brasileiro de se manifestar”, completou Fachin.

Leia também:

Barroso errou ao levar a vigilância dos militares para dentro do TSE, diz representante da ABI na comissão eleitoral

Defesa pede exclusão do general Portella da Comissão de Transparência das Eleições; TSE responde

Forças Armadas rebatem Barroso, não confirmam segurança das urnas, mas negam atacar sistema eleitoral

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador