O verdadeiro chefe de Queiroz é Jair Bolsonaro, diz Bernardo Mello Franco

Flávio só tinha 3 anos quando a amizade entre Queiroz e Jair começou. Foi essa relação que garantiu ao ex-assessor uma vaga no gabinete de Flávio. Jair não pode tentar se descolar agora

Fabrício Queiroz e Jair Bolsonaro. Foto: reprodução/redes sociais

Jornal GGN – Jair Bolsonaro não pode tentar se descolar do caso Queiroz agora. O presidente da República diz que “nada tem a ver” com as denúncias envolvendo o esquema de rachadinha no gabinete de seu filho mais velho, Flávio, no Rio de Janeiro. Mas o fato é que Fabrício Queiroz tem mais relações com Bolsonaro pai do que com o Zero Um.

O jornalista Bernardo Mello Franco chamou atenção para esse relacionamento em sua coluna no jornal O Globo, nesta sexta (20). Diz ele: quando Queiroz e Jair viraram amigos, Flávio tinha apenas 3 anos. Foi o relacionamento com o chefe do clã que garantiu ao ex-assessor uma vaga no gabinete de Flávio.

Dizer que nada tem a ver com o caso Queiroz é uma “versão capenga” de Jair Bolsonaro, que ainda não explicou por que repassou R$ 40 mil a Queiroz a título de empréstimo, se o ex-assessor movimentava milhões ao ano em suas contas bancárias.

Queiroz depositou de volta R$ 24 mil na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Hoje mesmo Bolsonaro foi novamente questionado sobre o alegado empréstimo e, em vez de apresentar alguma prova da lisura da transação, atacou a imprensa.

As conversas reveladas pelo Ministério Público mostram que Queiroz, que tinha ascendência sobre Jair Bolsonaro, é muito próximo de milicianos. Foi por amizade com Adriano da Nóbrega, do Escritório do Crime, que Queiroz admitiu no gabinete de Flávio a ex-assessora Danielle Mendonça e a mãe do miliciano.

Leia também:  Voto decisivo para Lula, Celso de Mello já declarou Moro suspeito no passado

Queiroz recebeu de volta ao menos R$ 203 mil da mãe e da mulher do miliciano Adriano, hoje foragido da polícia.

Pelas mensagens trocadas entre Queiroz e Danielle, Adriano também recebia dinheiro do esquema de rachadinha no gabinete de Flávio.

“Ao que tudo indica, Jair Bolsonaro acredita dispor dos mesmos superpoderes [de Donald Trump, que se considera acima de qualquer crítica]. Só isso pode explicar o fato de o presidente ter se referido às investigações conduzidas pelo Ministério Público do Rio como ‘pequenos problemas’.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

6 comentários

  1. Este individuo é desequilíbrado mentalmente. Encontra-se num estágio de esquizofrenia tal que, para o bem do país, precisa ser afastado com urgência.
    https://www.jb.com.br/pais/politica/2019/12/1021045-um-presidente-acuado–irritado-com-perguntas-sobre-investigacao-de-flavio–bolsonaro-ataca-jornalistas.html
    Aqueles que tem o dever de zelar pelo estado brasileiro deverão abandonar o estado catatonico que se encontram, iniciando urgentemente um processo de impeachment deste sujeito.

    7
    1
  2. Quase lá…
    só falta, para convencer os que ainda duvidam, trazer o toma lá dá cá desde antes da morte, e não só com milicianos ( civil que se faz militar e militar que se faz civil, início de tudo )

    4
    2
  3. Pior é que o desequilíbrio vai num crescendo contínuo que é bem capaz de fazer com que a tal quebra de decoro do “vai perguntar a sua mãe” seja substituída por um “teje preso jornalista comunista fdp”, com todos os apoiadores idiotizados com cercadinhos a gritar “tortura, tortura, tortura até silenciar”

    4
    1
  4. Ele não se deslocou de Bolsonaro.
    Eles possuem uma relação sólida de anos.
    Vão dar um tempo, claro.
    Mas o namoro entre os dois reata assim que possível.
    O Queiroz deve ter introduzido o Bolso no mundo dos milicianos.

    4
    1
  5. Bolsonaro falou em entrevista que o Queiroz foi contratado por ele em 1985 para fazer
    sua segurança e do filho Flavio.

  6. Bolsonaro falou em entrevista que o Queiroz foi contratado por ele em 1985 para fazer
    ser seu segurança e do filho Flavio.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome