Paulo Rabello de Castro, o liberal racional quer ser prefeito do Rio

Paulo Rabello de Castro não se curva ao ideologismo barato e tem ideias claras sobre economia e políticas sociais

O economista Paulo Rabello de Castro tem algumas características que não perdeu com a idade e que o transforma na melhor tradução de uma bandeira que os liberais brazucas imaginam, mas não concretizam: o liberal racional, que não se curva ao ideologismo barato e tem ideias claras sobre economia e políticas sociais.

A primeira característica, uma enorme criatividade para imaginar políticas públicas. Ele é o autor intelectual do famoso Plano K, que difundi no início dos anos 90, de privatização com fundos sociais.

A segunda característica é a veia política. Sem nunca ter se filiado a partidos, nunca escondeu a ambição de colocar suas ideias em prática.

A terceira é a racionalidade. É um liberal racional, da estirpe de Roberto Campos (o Ministro, não o panfletário), desses que não joga ativos fora por questões ideológicas.

A quarta é a honestidade intelectual e a extrema lealdade com que enfrentou a malta que, no embalo da Lava Jato, exigia denúncias e punições no BNDES. Seu comportamento foi irrepreensível.

Neste fim de semana, Paulo ruma para o Rio de Janeiro, para tentar uma vaga para a disputa pela Prefeitura da cidade.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O Brasil Mais Milícias e o desenho do Golpe de 2022, por Paulo Henrique

2 comentários

  1. Não tenho bola de cristal, mas tenho sérias dúvidas de que irá ultrapassar a marca de 1% de votos.

    Acho que é melhor ir se preparando para acrescentar mais essa aí no currículo do “liberal racional”. Nem dos seus pares do estamento financeiro terá grandes apoios, os “liberais” estão atrás de outras figuras, com outro perfil.

    Agora, ele esteve aa frente de um projeto bem interessante aqui no Rio ha uns dez anos. Era pra conceder titulo de propriedade para os moradores da favela do Cantagalo, na zona sul do Rio. Tive uma participação no projeto; lembro que ele foi em reuniões na favela e tudo. Não sei se a candidatura já tinha sido cogitada lá atrás.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome