STF deverá derrubar liminar de Gilmar contra Congresso

Do Jornal GGN

A liminar concedida pelo Ministro Gilmar Mendes – contra a tramitação do projeto que impede que parlamentares que mudem de partido levem consigo a fatia do fundo partidário e tempo de TV – deverá cair na próxima semana no plenário do STF (Supremo Tribunal Federal), segundo ministros consultados pelo Jornal GGN.

É possível liminar sustando processos, no caso da tramitação violar normas da constituição ou do regimento interno da casa.

Não é o caso em questão. O processo legislativo não se resume a uma comissão, observa o Ministro. Passa por várias comissões, depois pela votação da Câmara e do Senado e pela sanção presidencial.

Tem que se dar mais crédito ao Congresso, diz ele. Se, no final de tudo, prevalecer alguma norma inconstitucional, aí sim é hora do STF se pronunciar. Nunca antes disso.

Clique aqui para ler a íntegra

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Eduardo Bolsonaro e alvos do STF foram os que mais espalharam fake news contra eleições

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome