STF julga validade do inquérito das fake news no dia 10/6, com tendência a afastar PGR

Ministros devem franquear à PGR o direito de se manifestar ao final das apurações, "para opinar se será apresentada denúncia ou se o caso deve ser arquivado"

Jornal GGN – O Supremo Tribunal Federal julgará na próxima quarta-feira (10) a ação movida pela Rede Sustentabilidade, que questiona a validade do inquérito das fake news. A tendência na Corte é de união em torno da continuidade das investigações sob relatoria de Alexandre de Moraes.

O pedido da Procuradoria-Geral da República, para fazer parte das investigações e ser consultada em cada diligência daqui por diante, tende a ser rejeitado pelo STF. Segundo O Globo, ministros acreditam que à PGR será franqueado o direito de se manifestar ao final das apurações, “para opinar se será apresentada denúncia ou se o caso deve ser arquivado.”

O GGN PREPARA UM DOSSIÊ SOBRE SERGIO MORO. SAIBA COMO AJUDAR AQUI 

Recomendado:

Em reviravolta, PGR propõe ajustamento com STF no inquérito das fake news

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Brasil faz uso desigual das tecnologias sociais em saúde na pandemia, diz presidente da Fiocruz

1 comentário

  1. Essa tal de Rede Sustentabilidade é outro partido de merda. O tal do Randolfe já esteve no PT, PSOL, foi oposição a Dilma no congresso junto com Pedro Takes e Demóstenes Torres, um governador ladrão e outro senador ladrão. A Rede da Marina é um fracasso.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome