STF prestaria “bom serviço” abrindo a caixa preta do acordo da Petrobras nos EUA

Petrobras se nega a entregar à defesa de Lula os documentos assinados no exterior por causa da Lava Jato porque sabe que não há provas de corrupção contra o ex-presidente

Jornal GGN – O colunista do jornal O Globo, Ascanio Seleme, escreveu neste sábado (31) que o Supremo Tribunal Federal prestaria um “bom serviço” se abrisse à defesa de Lula a íntegra dos três acordos que a Petrobras assinou nos Estados Unidos para se livrar de acusações que surgiram contra ela após a Lava Jato.

Conforme o GGN já detalhou no documentário Lava Jato Lado B (assista aqui), a Petrobras assinou um cease-and-desist com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (a SEC) e um non-prosecution agreement com o Departamento de Justiça (o DOJ, em inglês), para se livrar de acusações envolvendo a fraude nos balanços da estatal, que supostamente escondia a corrupção alegada na Lava Jato, e escapar também de um julgamento duro com base na FCPA, a lei anticorrupção norte-americana.

Para indenizar aos acionistas da Petrobras nos EUA, a empresa brasileira também assinou um acordo no processo batizado de “class-action”. No total, foram 4,8 bilhões de dólares despendidos pela estatal nos três processos. Hoje, o valor corresponde a R$ 27 bilhões – sete vezes mais do que o dinheiro que a Lava Jato diz que recuperou para a Petrobras.

A defesa de Lula briga na Justiça brasileira para obter acesso aos acordos. Os advogados querem saber se nas 75 milhões de páginas dos processos, há alguma prova de que Lula tenha sido o chefe da corrupção na Petrobras, como denunciou a Lava Jato em Curitiba. A força-tarefa e a Petrobras se negam a abrir a caixa preta do negócio.

“A estatal diz que os dados não tratam de corrupção, mas de apenas falhas contábeis, e que por isso não interessam à defesa do ex-presidente. Quem escarafunchou a papelada diz que não é bem assim, que os documentos enviados ao Departamento de Justiça (DOJ), à SEC, que é a comissão de valores local, e à Justiça de Nova York [na class-action] têm um capítulo inteiro só sobre corrupção. E nele, a petroleira não cita Lula nem o PT, acusando apenas cinco ex-diretores da companhia e dois ex-governadores”, escreveu o colunista.

Leia também:  GGN Covid Brasil: Raio-X do Paraná, o estado mais afetado

Para o jornalista, “a incoerência entre o que a Petrobras assinou aqui [papel de vítima da corrupção] e os documentos que enviou à Justiça americana, que beneficiaria Lula, só se tornará oficial se os dados forem entregues aos advogados do ex-presidente por ordem judicial. Depois de ter sua petição negada pela primeira instância em Curitiba e pelo STJ, a defesa aguarda agora manifestação final de Edson Fachin. O ministro do STF prestaria um bom serviço à Justiça liberando os documentos”, defendeu Ascanio.

Assista:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. Quando a esmola é demais o santo tem a obrigação de desconfiar.
    Mais um artigo da globo em defesa de Lula, isso depois de ser o primeiro veículo a divulgar o encontro Lula/Ciro enchendo de esperança o coração de muitxs. Também ontem Merval/Globo, que todos afirmam ser um ministro do STF informal e porta voz da Família Marinho, defendeu o afastamento do capetão por problemas de saúde.
    Para mim o pessoal do jardim botânico tá procurando alguém para fazer o enfrentamento/serviço sujo para apear o governo. E depois? Depois a gente leva uma bicuda no traseiro.

    15
    • Pior que você está certísssimo. Edivaldo, a conta é simples. O fascista tem de vinte a trinta por cento de apoio real e o Pt tem de 20 a trinta por cento de apoio mesmo na pior situação. Então eles querem o Pt a seu favor pra tentar se livrar do bozo porque, entre outras coisas, se o bozo conseguir um segundo mandato, cara do céu, eu acho que a Alemanha nazista é pouco pro que pode acontecer aqui. A globo tá morta. O que não seria um má notícia, assim como é uma incoerência porque quem colocou o bozo lá foi o casamento sórdido do moro com a globo. Como a história é cheia de ironias!

      14
    • O ideal seria o Lula aceitar a oferta generosa do escorpião da Globo. Fingiria acreditar no cinismo da vênus platinada ao proclamar sua inocência , alegando dizendo ter sido vítima inocente da maldade e perversidade da lava jato e do Moro. Depois encontraria um meio julgar os marinhos e seus jagunços jornalistas, colocando o Plim Plim sob nova direção democrática e republicana.

      4
      1
    • A Petrobrás é Brasileira. Controlada pelo Governo da República Federativa do Brasil. O Processo Judicial foi produzido pelo Poder Judiciário Brasileiro. As pessoas envolvidas representaram a cúpula do Poder no Brasil. Se deixaram a situação chegar neste nível, devemos culpar a quem? O que o Brasileiro poderia esperar de tamanha mediocridade?

  2. Eu acredito no ministro Fachin nao é possivel que numa situação festa o ministro Fachin votará contra os interesses nao só de Lula mas acima de tudo do Brasil.

  3. Esta conversa de “falhas contábeis” é muito “interessante”…
    Notem que a Petrobrás é uma empresa de controle estatal brasileiro, com zilhões de informações confidenciais e estratégicas de todos os tipos.
    E a auditoria da Petrobrás era (ainda é?) feita pela PWC, Price, WaterHouse Coopers.
    Notem que não era uma PCT (“Preço, Casa d’Água, Tanoeiro” (nem Tonelero).
    E tudo que aconteceu aos bilhões, aconteceu debaixo do narizinho dela…
    Nunca li uma linha sobre isso em todo esse tempo.
    É ou não é “interessante?

  4. Não vai acontecer nada.
    De onde menos se espera,daí é que não sai nada.
    Os instrumentos midiáticos da maior golpista do Brasil tentam,não reconhecer sua participação no golpe e,menos ainda,na prisão do presidente Lula.
    O que os golpistas querem,na verdade,é mostrar que podem fazer isso é,desta forma, procurar um “carinho por parte da corja que se apossou de nosso governo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome