A greve de professores em Santa Catarina

Os professores de SC estão há 45 dias de greve!

As reivindicações são as mesmas dos mineiros, e a proposta do governo de SC é parecida com a do governo mineiro.

Prá completar, o governo Catarinense (DEM) entrou na justiça pedindo a “Ilegalidade da greve”, e rodou a folha de junho descontando todos os dias de greve. Ou seja, uma grave ameaça contra quem já ganhava uma miséria, agora ficando sem salário, sem condições financeiras de continuar arcando com a greve, por ter que garantir o leite das crianças em casa e o aluguel da casa, assim como luz, água, etc.

Após ação do SINTE (Sindicato dos professores), ontem a tarde a justiça deu ganho de causa aos professores, exigindo que o governo rode uma nova folha de pagamento aos professores, repondo todos os descontos subtraídos da folha.

Como o governo agiu? Entrou com recurso em outra esfera da justiça, com objetivo de amedrontar ainda mais os professores que estão em greve, tentando ganhar no cansaço.

Ele sabe que se conseguir fazer com que 70% dos professores voltem a dar aulas, o resto se obriga a voltar também, por terem perdido a união e a força.

Quanto às chances de o governo ter alguma vitória na sentença da próxima esfera judicial, seria interessante os Advogados e Juristas do Blog fazerem uma análise, pois os professores, estão AMEDRONTADÍSSIMOS, com toda essa situação, me parece mais um grande assédio moral contra a classe de professores, responsáveis por grande parte da educação dos nossos filhos.

Triste!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome