As cidades que fizeram pela educação

Por daSilvaEdison

Nassif,

Acho que é o momento de um Post de reconhecimento àqueles que conseguiram, no meio do caos, resultados surpreendentes.

Tomemos dois exemplos, ambos no problemático Estado de São Paulo.

Um da Capital:

“O colorido das paredes da escola estadual Professora Rita Pinto de Araújo, no extremo leste da capital paulista, destoa do cinza que cobre as casas pobres do entorno.

A melhor colocada entre as escolas públicas de 5º ano na capital, com nota 7,6, chama atenção pelo capricho.

Lá, há um jardim com estátuas da Branca de Neve e de seus anões, horta, pomar e salas de leitura e de artes, com o mobiliário todo novo.

Em breve, haverá ainda internet em todas as salas, para auxiliar os professores nas pesquisas com os alunos, conta o diretor Flávio José Dionysio, desde 2005 responsável pela escola.”

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0507201002.htm

E o segundo, de Cajuru, na grande Ribeirão Preto:

“Pela lista divulgada pelo MEC, o município com a melhor quarta série (atual 5º ano) é o paulista Cajuru. Autointitulado “a terra da hospitalidade”, fica a 360 km da capital de SP e tem 24.313 moradores. Nele, ficam também quatro das cinco primeiras escolas do ranking.”

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0507201005.htm

“Os alunos dos primeiros anos do ensino fundamental de Cajuru têm mochilas personalizadas e uniformes que incluem meias e tênis com o nome da cidade.

O município paulista teve nota 8,6 na avaliação até o 5º ano e colocou quatro escolas entre as cinco melhores do país no Ideb 2009.

A cidade tem cerca de 20 mil habitantes, e a Secretaria da Educação consome R$ 11 milhões por ano, quase 30% do Orçamento.

Para a secretária da Educação e primeira-dama, Isabel Ruggeri Ré, o bom desempenho se deve ao investimento em qualificação de docentes e ao envolvimento da família com a escola.”

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0507201006.htm

Além dos parabéns essas escolas e seus dirigentes merecem atenção especial, pois daí podem sair soluções replicáveis.

Que tal convocar essas personagens para que relatem os seus magníficos feitos? 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora