Fernando Haddad no SBPC

Do Último Segundo/ig.com

Haddad faz balanço da educação do País em encerramento da SBPC

Ministro da Educação falou que novo Enem mudará “rolo compressor” que ensino médio se tornou

Maria Fernanda Ziegler, enviada a Natal | 30/07/2010 23:03

O ministro da Educação, Fernando Haddad, fez um balanço sobre o avanço da educação na cerimônia de encerramento da reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), nesta sexta-feira, em Natal. O ministro afirmou que o ensino médio está sobrecarregado por conta do vestibular e que o novo Enem poderá servir como matriz para organizar o currículo, embora os exames “falem mais de ensino que de educação”.

“Acho que o Enem vai ter o mesmo efeito sobre o ensino médio que a Prova Brasil teve sobre o ensino fundamental. Ajudar a organizar um currículo mais racional e adequado, ao mesmo tempo sendo menos abrangente e mais aprofundado, com espaço para a discussão. Não esse rolo compressor que é a assimilação mecânica de matéria que é isso que a gente quer mudar”, disse.

Fernando Haddad falou que a as etapas da educação estão encadeadas ou se reforçam juntas ou se enfraquecem e anunciou o investimento de R$ 100 milhões no Campus do Cérebro, em Natal, que reuniu cientistas do País e do mundo que vão estudar a neurociência a partir da educação. “É a inversão do senso comum de que educação se começa pela base. A pesquisa de ponta interessa para a educação de base”, disse.

PET

Durante a fala do ministro, manifestantes da associação de monitores do Programa de Educação Tutorial (PET), a Senapet, pediam a revogação da Portaria 975 e 976 e entregaram um abaixo assinado a Haddad. Ficou firmado que representantes da Senapet e o ministro negociaram mudanças na portaria. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome