O superdimensionamento do Reuni

É preciso analisar com calma o que ocorreu com o programa de reestruturação e expansão das universidades federais (Reuni). Há atualmente vagas ociosas, coisa da ordem de 40% em muitos campi, o que sinaliza para a alocação ineficiente de recursos. Isso inclui a interiorização. Se havia tanta demanda reprimida, por que então tanta sobra de vaga apareceu nesse primeiro semestre?

Se não houvesse tanta vaga ociosa inclusive no ensino superior privado por que os empresários do setor aceitaram com tanta satisfação o ProUni? O governo Lula salvou instituição privada da bancarrota? Qual a qualidade dos diplomados nessas instituições? Procurem pelas notas do Enade.

Muitos cursos foram iniciados nas federais sem a devida infraestrutura física estar pronta. Isso para não falar na falta de pessoal. O que será feito no próximo governo? Ele vai garantir a finalização das obras ou reestruturar o programa de expansão das federais?

Vejo com bons olhos a autonomia universitária, porém ela deve vir acompanhada de maior prestação de contas da parte dos seus gestores. O TCU e o Judiciário Federal já estão lotados de processos. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome