Estudo analisa impactos do Bolsa Família na alimentação em Pernambuco

bolsa_familia_-_jefferson_rudy-_ag_senado.jpg

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Da Fundação Perseu Abramo

 
Artigo de pesquisadores do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal de Pernambuco analisa o impacto do Programa Bolsa Família (PBF) sobre a qualidade da dieta dos domicílios do estado de Pernambuco, utilizando dados da Pesquisa de Orçamento Familiar entre 2008-2009. É usado como variável de interesse o Índice de Qualidade da Dieta (IQD).

 
Os resultados mostram que o valor médio do IQD para as famílias beneficiárias do Programa supera em 9,05 o valor médio do IQD das famílias não participantes do PBF. Os resultados corroboram a eficácia do PBF em elevar a qualidade da dieta das famílias, mostram efeitos na redução de ingestão de gordura e sódio e aumento da variedade da alimentação. Quanto maior a probabilidade de ser beneficiária do PBF, maior a parcela destinada das transferências para o consumo de alimentos mais saudáveis.
 
Assim, existe um efeito positivo do PBF sobre a qualidade da dieta das famílias de Pernambuco. O resultado mostra a eficiência do PBF na nutrição dos indivíduos e na quebra do ciclo intergeracional de pobreza.
 
Para saber mais:
 
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora