GGN Covid: as estatísticas nacionais continuam desencontradas

Um raio X do Rio de Janeiro continua mostrando discrepâncias estatísticas. Há um crescimento contínuo da média de óbitos, mas um descolamento incompreensível entre curva de casos e óbitos.

A média diária semanal ainda está contaminada pela explosão de notificações do dia 18 passado, 300.212, especialmente de São Paulo e Rio de Janeiro. Com isso, a média diária semanal saltou de 15 mil para a faixa dos 34 mil. Vão ser necessários mais alguns dias para expurgar o efeito do descarrego e avaliar melhor o novo patamar de casos.

Mesmo assim, os dados do Ministério de Saúde continbuam distorcidos. Por exemplo, no dia 21 passado, regvistrou -24.056 casos no Ceará. O erro não foi corrigido até agora. Fica-se sem saber se os valores eram positivos, se não significavam nada – à medida que destoavam completamente das notificações diárias do estado.

Embora com menos volatilidade, o levantamento de óbitos também provoca dúvidas.  Na média diária semanal, os dados estão 8,4% menores que uma semana atrás, mas 14,2% acima de 14 dias atrás.

Um raio X do Rio de Janeiro continua mostrando discrepâncias estatísticas. Há um crescimento contínuo da média de óbitos, mas um descolamento incompreensível entre curva de casos e óbitos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome