UTIs atigem pior cenário da pandemia

O SUS (Sistema Único de Saúde) enfrenta hoje o seu pior momento da pandemia, com lotação de pelo menos 80% até 100% das UTIs

Reprodução

Jornal GGN – O SUS (Sistema Único de Saúde) enfrenta hoje o seu pior momento da pandemia, com lotação de pelo menos 80% até 100% das UTIs (Unidades de terapia intensiva) em 17 capitais do país. Os dados são da Fiocruz, divulgados por coluna de Mônica Bergamo.

As cidades das regiões norte e nordeste estão no topo do ranking: Porto Velho (RO), com lotação de 100%, Rio Branco (AC), com 88,7%, Manaus (AM) com 94,6%, Boa Vista (RR), com 82,2%, Palmas (TO), com 80,2%, São Luís (MA), com 88,1%, Teresina (PI), com 93%, Fortaleza (CE), com 94,4%, Natal (RN), com 89,0%, Recife (PE), com 80,0%, Salvador (BA), com 82,5%.

Em seguida, aparece Florianópolis (SC), com 96,2%, Goiânia (GO), com 94,4%, Curitiba (PR), com 90,0%, Campo Grande (MS), com 85,5%, Rio de Janeiro (RJ), com 85,0%, e Porto Alegre (RS), com 84,0%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora