A África Negra e o cartel da droga latino-americana

 

O trânsito de cocaína da América do Sul para a Europa através dos Estados costeiros corruptos. Entrevista com o jornalista Christopher Champin.

Un policier patrouille, contre le trafic de drogue, dans un marché de Tombouctou (Mali) le 28 décembre 2009 (Tim Gaynor/Reuters)

Barack Obama disse em junho: o filho do ex-Presidente guineense, Lansana Conte, é um traficante “. Assim como os líderes dos cartéis mexicanos e colombianos.Como na África Ocidental, ela balançou as mãos dos traficantes de drogas? Por que a Europa tem sido lenta a reagir?

À primeira vista, não há nada a fazer, mas para contar: 2010, 39% da cocaína produzida no mundo é consumido na Europa como nos Estados Unidos.

Dentro de uma década, os cartéis sul-americanos conseguiram inundar o mercado no Velho Continente, baixando os preços, aumentando a oferta. Resultado: um grama de cocaína está negociando corte entre 30 e 70 euros. As drogas tornaram-se disponíveis em maior número.

http://bit.ly/ca7o6N


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora