Ativista de direitos humanos morto no TO

Por chris

Infelizmente, a notícia abaixo mostra a dimensão do nosso atraso.

Do Blog do Sakamoto

Ativista de direitos humanos é encontrado morto com sinais de tortura no TO

01/03/2011 – 14:54 – Sem categoria 36 Comentários »

Sebastião Bezerra Silva, secretário executivo do Movimento Nacional de Direitos Humanos – Regional Centro Oeste e membro do Centro de Direitos Humanos de Cristalândia (TO), foi encontrado morto na tarde deste domingo. Seu corpo apresentava marcas de tortura.
 
Ele foi visto com vida pela última vez na madrugada de sábado. Voltava de uma viagem e resolveu dormir em um hotel em Gurupi (TO). Saiu para jantar depois de avisar sua esposa de que só chegaria em casa na manhã seguinte – localizada em Paraíso do Tocantins, a 200 km de distância. Nunca mais apareceu. No domingo, umcorpo foi encontrado, parcialmente enterrado, perto de uma fazenda a 40 km de distância de Gurupi. Naquela tarde, ele foi identificado no Instituto Médico Legal.

Ninguém sabe ainda como o assassinato ocorreu, mas as condições de sua morte mostram que ele sofreu tortura. De acordo com seu atestado de óbito, a causa da morte é “asfixia por entrangulamento” e “amassamento do crânio”. Uma corda foi encontrada em torno do seu pescoço.

Seu corpo foi encontrado enterrado, apenas com dedos de um dos pés para fora. Relatos apontam que os dedos da mão foram perfurados com agulha; os dois braços possuíam cortes; o polegar esquerdo e uma das pernas estavam quebrados.

Segundo ativistas dos direitos humanos no Tocantins, ele havia desabafado recentemente que estava recebendo “ligações estranhas”. Acreditava ser em virtude de uma denúncia que fizera contra policiais, tempos atrás, que teriam torturado uma pessoa. A Comissão Pastoral da Terra não descarta a possibilidade de vingança.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora