Porto de Santa Catarina recebe investimento privado

Jornal GGN – A Portonave, movimentadora de cargas de Santa Catarina, deu início este mês às obras da segunda fase do Terminal Portuário de Navegantes, que irá dobrar a capacidade estática de seu pátio de 15 mil para 30 mil contêiners. Com a ampliação da área, o pátio da empresa, que hoje tem 270 mil metros quadrados, passará a ter 400 mil m².

A obra deve ser concluída em 15 meses, a um custo de aproximadamente R$ 120 milhões. A carga congelada representa cerca de 50% da movimentação da Portonave e com a expansão a empresa ganhará mais 810 tomadas para contêiners refrigerados. Somadas com as 1890 tomadas existentes, a capacidade do terminal passa a ser de 2.700 contêiners.

A Portonave também pretende investir em geração própria de eletricidade e constuir uma nova subestação de energia, com capacidade suficiente para suprir sua própria demanda. E na ampliação do armazém para inspeção de cargas e área de despacho aduaneiro. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome