‘Reforma’ de Bolsonaro corta abono do PIS/Pasep de 23 milhões de trabalhadores

Benefício é pago atualmente a quem recebe até dois salários mínimos, mas pode passar a ser pago somente a quem recebe até um

Divulgação INSS

da Rede Brasil Atual

‘Reforma’ de Bolsonaro corta abono do PIS/Pasep de 23 milhões de trabalhadores

São Paulo – As mudanças pretendidas pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) nas aposentadorias dos trabalhadores, reunidas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, trazem outros prejuízos aos trabalhadores de baixa renda. Apresentado na semana passada ao Congresso, o projeto de “reforma” da Previdência, vai restringir o pagamento do abono salarial, benefício destinado aos trabalhares que têm carteira assinada e baixa renda.

Hoje esse benefício – originário do PIS/Pasep – é pago anualmente aos trabalhadores que recebem até dois salários mínimos por mês. Mas pela proposta será pago somente a quem ganha até um salário mínimo. O resultado será que 23,4 milhões de trabalhadores devem perder o benefício anual, correspondente ao valor de um salário mínimo, atualmente em R$ 998. Em outras palavras, ao promover essa mudança, o governo elimina o abono para 91,5% do total de pessoas que podem recebê-lo.

Essas informações foram apresentadas hoje pela economista e especialista em dívida pública Maria Lúcia Fattorelli, ao participar de debate sobre o tema na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

REPRODUÇÃOFattorelli.jpg
Maria Lúcia: ao promover mudança, o governo elimina o abono para 91,5% do total de pessoas que podem receber

O seminário versou também sobre reforma administrativa e a renegociação da dívida dos estados. Maria Lúcia comentou sobre a relação entre as mudanças que o governo pretende na Previdência, sem tocar no sistema da dívida do país, que usa dinheiro público para alimentar os mecanismos de remuneração da dívida, com as taxas de juros reais mais altas do mundo.

Em sua exposição, Maria Lúcia também mostrou que a PEC prevê a segregação contábil do orçamento da seguridade social nas ações de saúde, previdência e assistência social, preservado o caráter contributivo da previdência social. “Ou seja, isto pode legalizar a fabricação do déficit da Previdência, omitindo-se as receitas da seguridade social”, afirmou.

Confira a apresentação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

11 comentários

  1. Pagas minhas conta ninguém paga neh mais corta um salário que ajuda pais de família vocês corta a pelamor de Deus agente já ganha mixaria e esses políticos ficando ricaso aí vai olha pra ele agente que e pobre passado necessidade em casa um dinheirinho que iria ajuda nos que e pobre vcs corta poxa vida Deus tá vendo isso viu vc tira o pobre Deus tira algo de você há si ele vai tira eu creio em um Deus vivo e poderoso ????

  2. Queria saber como anda …os cortes dos politicos q tem …auxilio moradia …almoço..janta..hotel…roupas..transporte..E altos salários sem cortes só com aumentos…só cortam de quem não tem…sejam mais transparentes com povo em sentido do q vcs estão fazendo aí…por enquanto só tirando do povo q não tem …

  3. Recebo mil e pouco por mês, agora vou perder um salário mínimo q me ajudava a comprar material escolar é pagar contas.
    Muito decepcionado com esses políticos q deveria corta era a grana desses q ganham bem
    Nossa q injustiça

  4. É senhor bolsonario ja q vc vai tirar um dinheiro q ajudar muitas pessoas q ta dezempregado, por q entao o senhor nao aumentar empregos no brasil por q e muita jente sem trabalho . o senhor ja parou pra pensar nisso? Mim respondar ai?

  5. Muito fácil mexer no dinheiro dos trabalhadores que já ganham quase nada e tem que sobreviver com isso. Enquanto isso esse merdas de políticos ficam rindo da nossas caras ,viajando, com auxílio moradias, auxílio ternos, auxílios transporte e viagens, sendo que o menor salários deles gira em torno de 13 mil. O negócio é não votar em mais ninguém. Tem família desempregadas onde só um trabalha quanta falta esse dinheiro vai fazer? Isso não interessa aos políticos né?
    Agora mexer no deles ninguém quer!
    E o pior é que ainda tentam mentir dizendo que vai cobrir defet na saúde, educação, segurança e saneamento. Deft que eles mesmo causaram!

  6. Isso é um absurdo!
    Elegemos esse cara que prometeu mudar para melhor nosso país e agora faz isso!?
    Porque mecher no bolso de nos trabalhadores que já ganhamos pouco?
    Por que não diminuir o salário desse banco de político safado que ganha auxílio moradia auxílio isso aqui é muito mais!?
    #BOLSONAROFORA
    #PRA RUA BRASIL
    #JUNTOSSOMOSMAISFORTES
    A população parou o Brasil quando a gasolina ia subir 20 centavos e não vai parar agora?

  7. Quem sobrevive com salário mínimo. Porque só um porcento que ganha um salário mínimo. Cuidado com quer você estão mexendo .pode ser um tiro no pé..tira o PIS Pasep dos trabalhadores.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome