Temer criou gatilho que permitirá aposentadoria aos 70 anos

Jornal GGN – A reforma da previdência encaminha ao Congresso pelo governo Temer prevê uma espécie de “gatilho” que fará a idade mínima para aposentadoria aumentar automaticamente tão logo o IBGE atualize a expectativa de vida do brasileiro.

Hoje, pelo projeto de Temer, o trabalhador precisa contribuir com a previdência por 49 anos e ter, no mínimo, 65 para ter acesso ao benefício integral, seja homem ou mulher. Mas essa idade por chegar aos 70 anos, alerta a deputada Maria do Rosário, sem necessidade de uma nova reforma.

Nesta quarta (8), o ministro Henrique Meirelles disse que a idade mínima para mulheres só seria reduzida se o homem compensar. Ou seja, seria necessário aumentar a idade mínima dos homens para que mulheres possam se aposentar antes dos 65 anos.

Por Carlos Lins

Em Os Divergentes

Idade de 65 para aposentadoria vai aumentar

A reforma da Previdência prevê uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. Mas esse número ainda pode aumentar, acompanhando o crescimento da expectativa de vida do brasileiro.

O alerta veio da deputada Maria do Rosário (PT/RS), em palestra realizada ontem (7) na Universidade de Brasília. Segundo ela, a PEC 287/2016 indica a possibilidade de correção automática da idade exigida para a aposentadoria, em acompanhamento à média nacional de expectativa de vida. Ou seja: se o IBGE constatar que o brasileiro vive, em média, um ano a mais, os 65 anos previstos na PEC subiriam para 66.

O texto da PEC indica esse processo nas alterações propostas para o artigo 40 da Constituição, parágrafo 22:

§ 22 . Sempre que verificado o incremento mínimo de 1 (um) ano inteiro na média nacional única correspondente à expectativa de sobrevida da população brasileira aos sessenta e cinco anos, para ambos os sexos, em comparação à média apurada no ano de promulgação desta Emenda, as idades previstas nos incisos II e III do §1º serão majoradas em números inteiros, nos termos fixados para o regime geral de previdência social.

“Se a expectativa de vida aumentar”, diz Maria do Rosário, “não é que você vai viver mais, é que você vai ter que contribuir e trabalhar mais”.

A equipe da parlamentar disponibilizou a Os Divergentes um vídeo onde ela explica o assunto. Assista abaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=bgBhHPH9IwQ width:700 height:394

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora